Portal V1

Desembargador determina pagamento dos professores em 48 horas

10/08/2018

O desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí, Joaquim Santana, determinou ao governo do estado que conceda o reajuste de 6,81% para os professores da rede estadual e 3,95% para os funcionários administrativos.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação, Paulina Almeida, informou que os reajustes serão contados a partir de maio.

“A decisão determina ainda o reajuste de 3,95% para os funcionários a partir de setembro”.

O magistrado ordena ainda que o governo efetue os pagamento para os servidores ativos, aposentados e pensionistas. Joaquim Santana deu um prazo de 48horas para o governo cumprir a decisão judicial. Se o governo não obedecer será multado em R$ 15mil por dia.

Na sentença, o desembargador determina que os grevistas voltem ao trabalho assim que o governo conceder os reajustes. Se a categoria não retornar as salas de aula, o Sindicado será multado em R$ 15 mil por dia.

“Vamos cumprir a determinação da justiça. Assim que o governo fizer o pagamento a categoria retorna as aulas. Cerca de 60% dos professores estão em greve desde o dia 7 de junho”, informou Paulina Almeida.

Vai cumprir a decisão

O procurador geral do estado, Plínio Clerton, informou ao Cidadeverde.com que o governo não irá recorrer da decisão e cumprirá na integra a sentença.

Segundo Plínio, a lei do reajuste foi votado depois do dia 7 de abril e não poderia ser dado o reajuste.

“Vamos cumprir a decisão judicial. Já concedemos os 2,95% de reajuste e iremos dar a diferença”. 

Fonte: cidadeverde

Compartilhe

Deixe seu comentário