Portal V1

Detran aponta Valença como uma das cidades mais violentas no transito

23/03/2015
DETRAN

DETRAN

A cidade de Valença do Piauí está entre as cidades mais violentas do Brasil, quando o assunto é acidente de transito. A informação foi repassada durante o lançamento da campanha “Paz no Transito e Respeito à Vida”, realizada pela Procuradoria Geral de Justiça do Estado. De acordo com o diretor do Detran, Arão Lobão as cidades de Valença, Picos, São Raimundo Nonato e Teresina estão na lista das cidades mais violentas do pais no que se refere ao numero de mortes e lesões permanentes causadas pelo transito.

Os dados também apontam o Piauí como o segundo no ranking de mortes por acidentes de motos do Nordeste, com aproximadamente 1.400 mortes por ano segundo o Detran.

Presente a solenidade, o governador Wellington Dias afirmou que o governo do estado pretende implementar algumas ações para barrar o crescimento desses índices. Entre as medidas anunciadas diz respeito à educação no transito que deve se tornar uma disciplina discutida em sala de aula, inclusive nos cursos técnicos.

A inclusão de Valença na lista nacional assusta, mais é compreensível vista que muitos valencianos já perderam suas vidas ou estão paralíticos por causa de acidentes automobilísticos. Nessa luta contra a violência no transito vale destacar a participação da policia militar que sistematicamente vem realizando blitz na cidade com o objetivo de evitar esses acidentes num entanto elas surtiriam melhor efeito se fossem realizadas no período noturno, especialmente nos finais de semana onde a incidência de acidentes é maior do que no período matutino.

A falta de sinalização na cidade também contribui para aumentar o numero de acidentes. Apesar de ser a sede da região valenciana cidades de menor porte como, por exemplo, Elesbão Veloso e São Feliz são todas sinalizadas, inclusive com semáforos.

Compartilhe

6 Comentários

  1. vicente macedo em 24/03/2015 às 10:10

    Realmente, estive em Valença neste final de ano vi coisas absurdas, cinco pessoas andando em cima de uma moto na 15 de novembro, 4 adultos/adolescente e uma criança de colo. E o pior seguindo rumo ao centro na contramão. mas como não existe sinalização em nenhuma via, pelo menos eu não vi se quer uma placa de sinalização em Valença. Então vale tudo quem poder que se defenda.

  2. Marcos Roberto em 24/03/2015 às 14:31

    Já falei sobre isso em outra matéria, a responsabilidade pelo trânsito passa pela municipalização do mesmo, isso de forma efetiva. O problema poderia ser reduzido primeiramente com a sinalização e pavimentação das vias públicas, colocação de redutores (lombadas) nas vias de trânsito rápido e implementação de medidas sócio-educativas. Não se combate apenas com repressão, sem falar que a polícia não tem culpa de muitos pais de maneira irresponsável entregarem a chave de seus veículos para que os filhos, menores de idade promovam uma verdadeira arruaça, o que acaba por contribuir para a intranquilidade social. Certa vez eu falei sobre esse assunto com um vereador aqui da cidade, e a resposta que ele me deu foi: rapaz, medidas como essas não dão voto, sem falar que não nos dão popularidade!.Resumindo: os vereadores se omitem, o executivo também e acabam por jogar a população contra a PM que faz as blitz diariamente, porém não irão resolver tudo sozinhos, a população também precisa ajudar.

  3. Arimateas Lima em 24/03/2015 às 19:01

    É lamentável o que estão fazendo com nossa Valença.
    Quando estive ai nos festejos do Divino e de Nossa Senhora do Ó e Conceição, fiquei assustado com tanta sujeira e o desconforto em andar pelas ruas da minha cidade, a violência dos automobilísticos, a velocidade espantosa com que andavam, a cidade sem sinalização; um verdadeiro horror. PRECISAMOS recorrer aos homens de bem para virar esse jogo (ainda existe). Vamos recuperar a nossa Valença. Vamos votar em quem tem compromisso. Que Deus abençoe a nossa cidade.

    • francisca maria lima em 10/04/2015 às 23:43

      ja morei em valença tenho 2 irma tius e minha vó,a golor e a elda me liga e comenta, eu moru em orlãndia e fui passeia ai e fiquei inprecionada com o que eu vi, eu tenho habilitação mais siseramente eu fiquei apavorada,niguem da seta pra nada e se de seta niguem respeita,mais deus está no comado de tudo que deus tenha misericordia boa noite e Feliz sábado que deus te abençoe vc e sua familia da um abraço na tia zuleide sou filha da cruizinha do ze Isidio adventista do setimo dia pra onra e gloria do senhor

  4. Gregório Araújo em 24/03/2015 às 19:05

    Referente ao trânsito de Valença o desrespeito vem do próprio órgão administrador do transito e da polícia. Primeiro precisa de sinalização na cidade, placas de advertência em fim, segundo fazer valer a lei para todos principalmente os filhos das autoridades e terceiro que seja um engenheiro que determine os tapa buracos com sinalização adequada, e por ultimo multas aos reincidentes este é meu ponto de vista.

    • Marcos Roberto em 24/03/2015 às 20:53

      Caro Gregório, me diga qual é a responsabilidade de polícia que o senhor aqui menciona?. Faça uma visita, tanto ao pátio interno do quartel como da delegacia e o senhor verá mais de 100 motocicletas apreendidas pelas mais diversas irregularidades. Aproveite também e visite o Juizado Especial e procure se informar quantas pessoas já foram penalizadas por transgredirem tais medidas, faça essa pesquisa também na delegacia e veja a quantidade de procedimentos que já foram e estão sendo feitos em desfavor de tais infratores. Opine, mas procure embasamento para tal.

Deixe seu comentário