Valença do Piauí, 27 de jul, 2021

Edital de concurso da saúde sai em agosto garante Lilian Martins

secretária estadual de Saúde, Lílian Martins

A secretária estadual de Saúde, Lílian Martins, afirmou hoje (19), que já existe um substituto para o diretor do Hospital Infantil que pediu exoneração e anunciou o lançamento do edital de um concurso para médicos, enfermeiros e demais profissionais de nível superior.

Segundo Lílian, o Hospital Infantil reflete atualmente os problemas por quê vem passando há muitos anos. E esses problemas, principalmente os estruturais, serão resolvidos até o final do mês.

“Tivemos dificuldades, os problemas são de 10 anos atrás e agora em abril fui comunicada das reivindicações dos médicos, tomamos providências. Já foi licitado material necessário e quanto a questão de pessoal, resolveremos em um pequeno espaço de tempo. A doutora Maria José, que trabalha na Evangelina Rosa, vai assumir dia 30 no lugar do doutor Francisco Passos”, explicou a secretária.

Sobre a fila de crianças a espera de uma cirurgia, Lílian disse que pedirá boa vontade aos médicos e aos anestesistas.

Hospitais regionais

O governo está destinando mais dinheiro e procurando equipar melhor os hospitais regionais do Estado. A secretária explica que a mudança no foco da gestão administrativa, o retorno dos médicos com o compromisso de melhorar o atendimento e medidas estruturais estão diminuindo o número de pacientes transferidos do interior para o Hospital de Urgências de Teresina.

De acordo com a secretária, o problema de superlotação do HUT ainda passa pela destinação de mais leitos para receberem os pacientes que são atendidos na urgência e precisam passar por procedimentos de alta e média complexidade.

“O problema do HUT é que também não tem hospitais de retaguarda para os pacientes serem encaminhados depois do atendimento. Não adianta construir vários andares dentro do HUT. No HGV temos dificuldade com médicos, que são os mesmos do HUT e do HPM [Hospital da Polícia Militar]”, contestou.

Concurso

Para resolver o problema da falta de profissionais, tanto médicos como outras especialidades do setor em nível superior, a secretaria pretende lançar, até o dia 30 de agosto, um concurso para cadastro de reservas.

“Esse concurso será para cadastro de reservas. Estamos fazendo o estudo para saber quantos profissionais precisaremos chamar de imediato. Mas são vagas para todo o Estado e em todas as áreas, seja médicos, psicólogos, enfermeiros, e técnicos também”, declarou.

Caso paciente queimado

Sobre o caso do paciente que morreu queimado no hospital Areolino de Abreu, a secretária ordenou que fosse aberta uma sindicância para apurar se houve negligência e a situação em que se deu a morte.

“Foi uma fatalidade que foi facilitada por questões, não diria que houve negligência. Orientei para que fosse aberta uma sindicância. Ele já havia sido internado reiteradas vezes. Já havia passado do tempo de sair do hospital”, comentou.

 

Fonte: cidadeverde

0 Comentário