Portal V1

Eleições 2012: Pré-candidatos se apresentam aos eleitores

22/03/2012

Eleições 2012

Terminaram nesta quinta-feira, (22), a rodada de entrevistas com os quatro pré-candidatos a prefeito de Valença realizada pela FM Cidade. Foram entrevistados pelo radialista Brancão Rubens Alencar (PMDB), Carlos José (PT), Jeová Machado (PTC) e Walfredo Filho (PSB), os quatro e mais o ex-prefeito Jarbas Matias, que não foi convidado pela emissora são os mais lembrados pelas pesquisas e levantamentos internos feitos com vistas às eleições de 2012.

Nas entrevistas, os pré-candidatos mostraram suas intenções caso sejam indicados e eleitos para governar nossa cidade a partir de janeiro de 2013. O primeiro a ser entrevistado foi o presidente do PMDB Rubens Alencar que defendeu o incremento de empresas e valorização do servidor municipal como forma de alavancar o crescimento da cidade. Ele criticou o nepotismo no governo municipal e estadual onde as melhores secretarias e cargos são ocupados apenas por familiares do prefeito.

O petista Carlos José destacou projetos na agricultura como forma de melhorar a vida dos valencianos que estão sem perspectivas de emprego. A falta de planejamento e de projetos estruturantes mereceu também criticas do pré-candidato petista.

Jeová Machado do PTC dedicou seu tempo para avaliar a cidade como um todo e também criticou a falta de planejamento da atual gestão. Ele surpreendeu a todos ao anunciar o apoio do deputado federal Marllos Sampaio a sua pré-candidatura. O deputado federal Marllos Sampaio foi citado pelos outros pré-candidatos como uma alternativa de apoio a suas pré-candidaturas, no entanto a afirmativa do pré-candidato Jeová Machado de que o deputado federal já fechou apoio com ele fecha mais uma porta para os outros pré-candidatos.

O candidato da situação Walfredo Filho que é sobrinho do prefeito Alcântara encerrou as entrevistas e fez uma avaliação de todas as entrevistas dos concorrentes pontuando os pontos mais comentados, fez ainda uma avaliação positiva do governo municipal e disse que para ser governo é necessário olhar para todas as áreas. Sobre o nepotismo dos seus familiares ele disse que não iria falar sobre o assunto.

Compartilhe

3 Comentários

  1. Progresso em 23/03/2012 às 00:16

    Os cargos devem ser ocupados por mérito, e esse aí estará nas mãos da pessoa certa.
    O problema que em Valença ou se manifestam os puxa-saco (situação) ou os invejosos (oposição). Falta a opinião do cidadão e tentam impor suas pretensões, paixões aos outros.
    O que deveria se debater é a ausência ou deficiência de obras e serviços, pois independente de quem administra, o que importa são os resultados, aquilo que pretendemos da nossa cidade.
    Tá cheio de pessoas nas ruas que mudaram a forma de agir e pensar da noite pro dia e outros que por não estarem satisfeitos por não ter poder ainda continuam há tempos respirando ar de bondade. Falsos populistas, falsos carismáticos.
    Só não enxerga quem não quer ver. Candidatos caindo de pára quedas por todos os lados!
    Valença falta pequenas indústrias para gerar emprego, calçamento, asfalto, os portais, água e energia de qualidade, melhora e ampliação de alguns serviços, profissionais capacitados e bem remunerados e muita organização e atenção.
    E quanto ao nepotismo?! Que se dane o nepotismo, se tivermos o que falei acima…

  2. Transparencia Valença em 23/03/2012 às 13:08

    o povo jà escolheo o perdedor, olha se na pesquisa 88% da populaçao quer mudança, e o canidato do prefeito representa a continuidade do nepotismo,ou seja tio maõe tia prima,e demais familiares,o povo jà sabe em quem nâo votar

  3. francisco em 26/03/2012 às 07:48

    o problema de valença so sera resolvido quando essas pessoas que ocupam cargos publicos deixarem de agir em beneficio proprio e olharem para esses guereiros valencianos que ultimamente necessitam de uma grande mudança

Deixe seu comentário