Valença do Piauí, 19 de out, 2021

Escolas estaduais iniciam ano letivo com aulas remotas no dia 25 de janeiro

A Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc) confirmou nesta quinta-feira (07) que o ano letivo 2021 da rede pública estadual de ensino está marcado para iniciar no dia 25 de janeiro com aulas remotas.

O período letivo será iniciado somente com aulas remotas, apesar da autorização de ter aulas presenciais. Após cada escola fizer o próprio diagnóstico, que é a  escuta da comunidade escolar quanto ao retorno presencial, será encaminhado o plano de retomada à Seduc. A escolha por aula remota ou híbrida não acontece no momento da matrícula. 

As matrículas estão abertas desde o dia 18 de dezembro de 2020 e seguem até o dia 15 de janeiro de 2021.  Os interessados deverão realizar a matrícula on-line por meio do site da Seduc (www.seduc.pi.gov.br/matricula).
VEJA PROTOCOLO.

Em 2020, a Seduc estava com 228 mil alunos matriculados em 658 escolas espalhadas por todo o estado. A expectativa é de que o número de alunos se mantenha na mesma média em 2021. 

“O retorno será gradativo e seguro. As escolas deverão fazer o diagnóstico de retorno das aulas após o dia 25 de janeiro.  Nós vamos emitir uma portaria com um cronograma para para que as escolas as escolas possam organizar o seu plano de retomada. Ao mesmo tempo que iniciaremos as aulas remotas, de forma paralela, a escola vai fazer a escuta ativa da comunidade escolar para apresentar o cronograma para a possibilidade de retorno híbrido”, explica a diretora da Unidade de Ensino Aprendizagem (UNEA), Maria José Mendes.

A diretora explica que as escolas vão ouvir a comunidade escolar: pais, alunos e professores. No diagnóstico, eles vão relatar se querem aulas remotas ou híbridas, levando em consideração as particularidades de cada escola. A escola também fará o mapeamento de alunos e professores com comorbidades. A diretora comenta que todas as séries e modalidades serão ouvidas.

Além disso, a diretora comenta que todas as escolas passarão por readequação dos protocolos de segurança sanitária devido a pandemia da covid-19, apesar de já terem passado por adaptação de estrutura em setembro de 2020. “Muitas escolas já foram preparadas para o retorno, fizeram a implementação dos protocolos, mas mesmo assim vamos fazer essa avaliação interna, adequar o que for preciso, para que os professores, alunos e pais se sintam seguros”.

Documentos 

A Seduc destaca que “toda a documentação necessária e demais informações sobre as matrículas da rede estadual de educação, referente ao ano de 2021, constam no Edital de Matrículas 2021”. 

A diretora Maria José Mendes esclarece que a matrícula exige o uso obrigatório do CPF do aluno a ser matriculado. “Caso o estudante ainda não tenha CPF, pode expedir o documento no site da Receita Federal ou em qualquer agência dos Correios”.

A Seduc ressalta que o estudante com dificuldade de acesso à internet poderá procurar o laboratório de informática das escolas para realizar o processo de matrícula. 

Confirmação presencial 
A Seduc também esclarece que “a confirmação presencial é a fase na qual será efetivada a matrícula na escola ou centro e ocorrerá através de registro em livro de matrícula, ficha individual e com a entrega da documentação exigida no Edital”.

“A confirmação da matrícula nova acontecerá no período de 18 a 22 de janeiro de 2021, conforme agendamento da escola, em atendimento ao Protocolo Sanitário”. 

Fonte: cidadeverde

0 Comentário