Valença do Piauí, 25 de fev, 2024

Ex-primeira-dama Marisa Letícia tem morte cerebral e família doa órgãos

Ex-primeira-dama e mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

A ex-primeira-dama e mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dona Marisa Letícia Lula da Silva, 66, teve morte cerebral nesta quinta-feira (2) em razão de complicações causadas por um AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico.

Ela estava internada em estado grave no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, desde 24 de janeiro, mas o quadro acabou se agravando na tarde desta quarta (1º), com a redução da atividade cerebral.

O ex-presidente Lula escreveu nas redes sociais, na manhã desta quinta-feira (2/2), que a família já autorizou os procedimentos preparativos para a doação de órgãos da ex-primeira-dama Marisa Letícia. No início da noite desta quarta-feira (1°/2), ela teve uma piora no seu quadro clínico e voltou a ser sedada, segundo informou o médico Roberto Kalil Filho, chefe da equipe do Hospital Sírio-Libanês que cuida da paciente.

As equipes médicas realizaram um exame chamado doppler transcraniano, que constatou que Dona Marisa tem ausência de fluxo cerebral, segundo o boletim médico mais recente, divulgado nesta manhã pelo Hospital Sírio-Libanês.

Boletim Médico – Marisa Letícia Lula da Silva

Publicado em 02/02/2017 10:25

A paciente Marisa Letícia Lula da Silva permanece internada na UTI do Hospital Sírio-Libanês. Na manhã de hoje foi realizado Doppler transcraniano, sendo identificada ausência de fluxo cerebral. Diante do resultado, com autorização da família, foram iniciados procedimentos para doação de órgãos.

0 Comentário