Valença do Piauí, 18 de jun, 2024

Festa do Divino Espirito Santo de Valença entra para o Calendário Oficial de Eventos do Piauí

A Festa do Divino Espírito Santo realizada anualmente na cidade de Valença do Piauí foi reconhecida pelo Governo do Piauí como Patrimônio Cultural Imaterial do Piauí. O reconhecimento veio por meio da Lei nº 8.389, assinada pelo governador Rafael Fonteles e publicada no Diário Oficial nessa segunda-feira, 27 de maio.

O projeto é de autoria do deputado estadual, Franzé Silva, que além de reconhecer a celebração como Patrimônio Cultural Imaterial, incluiu a festa no calendário oficial de eventos do estado.

A origem da Festa do Divino se encontra em Portugal do século 14, com uma celebração estabelecida pela rainha Isabel (1271-1336) por ocasião da construção da igreja do Espírito Santo, na cidade de Alenquer. A devoção se difundiu rapidamente e tornou-se uma das mais intensas e populares em Portugal e chegou ao Brasil com os primeiros povoadores nos séculos 17 e 18.

De acordo com o professor e historiador, Antônio José, a celebração em Valença foi introduzida pelo Cônego Acelino baseada na celebração de Oeiras.

“Valença hoje vive essa tradição da festa do Divino Espírito Santo que já vem com este porte, o porte onde eu falo é com a realeza desde o final do século 19 foi uma festa introduzida neste estilo pelo Cônego Acelino aos moldes da festa de Oeiras e de lá para cá ela tem passado por transformações, mas transformações dentro de um contexto histórico e religioso”, frisou o historiador.

0 Comentário