Portal V1

Filho da presidenta da seção do Uruçus dá sua versão para o atraso.

04/10/2010
Eleiçôes 2010

Eleiçôes 2010

Aderson Leite filho da presidenta da seção 99 da localidade Uruçus, local onde houve problemas durante a votação desse domingo (03) enviou um email para o portalv1, dando a versão da presidenta para o episodio, que culminou com o atraso no resultado da apuração da 18ª Zona Eleitoral.

O caso foi divulgado pelo portalv1 através da matéria “Presidenta Deixa 130 eleitores sem votar e atrasa resultado da 18ª Zona Eleitoral”. Em seu email Aderson Leite explica que na realidade houve um travamento da urna e ao tentar reiniciar a mesma foi encerrado ele afirma que sua mãe havia pedido o afastamento da presidência da seção, mas o pedido não foi aceito pela Justiça Eleitoral, confira na integra o email enviado ao portalv1:

Bom dia,

“Primeiro quero deixar claro que houve um travamento na urna daquela seção, e ao tentar reiniciar, a mesma foi encerrada. Gostaria ainda de mencionar a falta de compromisso da Justiça Eleitoral quando se trata de capacitação para os mesários do interior do Estado (os mesmos não têm a mesma facilidade de compreensão do mundo informatizado quanto um que vive rodeado de tecnologias…eles vivem no mato!). Pois não se justifica deixar uma pessoa trabalhando como presidente de uma seção se a mesma não tem conhecimento mínimo de informática.

Serra da Baixa Verde/Uruçus chegou energia elétrica a mais ou menos seis meses, mal o “pessoal de lá” sabe manusear um controle remoto de TV, quanto mais uma urna que é praticamente um computador para quem não sabe o mínimo do mínimo. Sou filho da presidenta acima citada, fomos ao Cartório duas vezes antes das eleições tentando substituição dessa função já que a mesma tem problemas de saúde e não tem estrutura psicológica para suportar tamanha pressão por parte daquela gente.

A resposta que se teve foi que não poderia. Ela tem experiência de votação manual, mas eletrônica era a primeira vez. Depois desse episódio, já conversei com o pessoal do Cartório e essas pessoas prometeram que irão substituí-la, e se mostraram preocupados com a saúde dela, pois saúde não se compra em qualquer lugar. Espero com isso, que a Justiça Eleitoral se sensibiliza com os casos que por ventura aparecerem, solicitando suas substituições, pois eles podem causar danos irreparáveis nas pessoas”.

Aderson Leite

Compartilhe

1 Comentário

  1. Paulo em 05/10/2010 às 09:24

    Infelizemente ANDERSON LEITE, os cidadãos que fazem parte da “justiça”, só pensam em nos punir, enquanto que para nos defender, eles são omissamente claros…….

Deixe seu comentário