Valença do Piauí, 14 de jun, 2021

Hospital regional de Valença emite nota sobre suposto estupro em Pimenteiras

Hospital Regional Eustáquio Portela
Hospital Regional Eustáquio Portela

O Hospital Regional Eustáquio Portela de Valença emitiu uma nota na segunda-feira, 21 de dezembro, sobre uma matéria veiculada em portais de noticias do estado, que davam conta de o hospital teria atendido um paciente de 07 anos de idade da cidade de Pimenteiras que teria sido vitima de estupro na ultima quarta-feira (16), cujo acusado pela pratica seria um filho da vice-prefeita Lucia Lacerda.

A matéria dava conta que a suposta vitima estava internado no hospital regional com febre e inclusive teria passado por uma cirurgia e recebido 4 pontos. Na nota assinada pelo diretor José Adão da Silva Filho e pelo diretor clinico Francisco Antão Arraes de Carvalho, o hospital informa que o menor ao contrario do que informava a matéria não deu entrada no hospital.

“Depois de analisar os sistemas de atendimento na recepção de internações e na recepção do pronto socorro deste hospital regional informamos que não foram encontrados nenhum registro da entrada de pacientes que tenha sido vitima de estupro no período entre os dias 14 e 18 de dezembro de 2015” afirma a nota.

A vice-prefeita Lucia Lacerda está revoltada com a com situação e negou a participação do filho no episodio e afirmou que irá até as ultimas consequências para provar a inocência do filho. Ela afirmou que a nota emitida pelo hospital regional, juntamente com as outras notas das instituições que atenderam o menor no município provam a inocência do filho, restando investigar apenas a intenção dos patrocinadores da noticia que após serem descobertos serão acionados judicialmente.  Veja nota

diretor

 

 

 

0 Comentário