Portal V1

IML divulga na 3ª feira laudo sobre causa da morte da criança.

14/06/2009

Sairá na próxima terça-feira (16), o laudo oficial da necropsia feita pelo Instituto Medico Legal (IML) para saber a causa morte da recém-nascida que morreu no Hospital Regional Eustáquio Portela, na sexta-feira (12). Segundo informações da família, a necropsia foi solicitada para desfazer as dúvidas sobre a morte da recém-nascida, que morreu por problemas no parto “nossa dúvida é para saber se houve ou não erro médico, pois as suspeitas apontam que a morte dela teria sido o cordão umbilical que ficou entrelaçado” disse o pai Rogério. Ele voltou a lembrar que durante o pré-natal, o medico Helder Oliveira detectou que a mãe não tinha condições de ter parto normal “falamos e mostramos os exames para as enfermeiras, mais fomos ignorados” disse.

A mãe Luciene de 22 anos que já está em casa deu entrada no hospital por volta das 22h da quinta-feira (11) e o incidente aconteceu às 11h da sexta-feira. Após o falecimento a família decidiu encaminhar o caso para a delegacia, que por sua vez encaminhou o corpo para o IML. O pai que acompanhou os agentes policiais disse que o médico do IML, após a necropsia conversou com ele e afirmou que nada de anormal foi encontrado no corpo da criança. Na terça, o exame será enviado para a delegacia que irá comunicar o resultado as partes envolvidas. O corpo da criança que se chamaria “Nathaly Bianca” foi sepultado na tarde deste sábado. Ontem o secretário estadual de saúde, Assis Carvalho disse durante seu discurso na Inhuma que a prioridade da secretaria é a humanização do atendimento na saúde. O diretor do hospital Jarbas Matias participou da solenidade.  

Compartilhe

Deixe seu comentário