Valença do Piauí, 16 de out, 2021

Inelegível, Leonardo Nogueira é anunciado com vice da prefeita Ceiça Dias

Leonardo Nogueira e Ceiça Dias

O Partido Solidariedade de Valença realizou ato politico nesse sábado (15) aqui em Valença nas dependências do auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

O evento contou com a participação de autoridades como o presidente estadual, deputado Evaldo Gomes, deputada federal Marina Santos, ex-deputado Marllos Sampaio e o vice-presidente estadual do SD Marcos Vinicius.

O partido confirmou que a prefeita Ceiça Dias tentará renovar seu mandato para mais 04 anos à frente da prefeitura de Valença, mais a grande surpresa da noite foi o anuncio do ex-vereador Leonardo Nogueira como pré-candidato a vice-prefeito.

Eventro do Solidariedade

O problema é que Leonardo Nogueira ficou inelegível por 08 anos naquela decisão do TSE que cassou todos os vereadores das Coligações Compromisso com Valença I e II.

Na decisão, os ministros do TSE casaram os mandatos dos vereadores e suplentes e tornou inelegíveis o vereador Leonardo Nogueira e o professor Toinho por se beneficiarem diretamente da fraude eleitoral.

O ex-vereador confirmou nas redes sociais que foi de fato apresentado como pré-candidato a vice-prefeito. “Na noite deste último sábado fomos juntamente com a Prefeita Ceiça Dias lançados como pré-candidatos a prefeito e vice-prefeito da nossa cidade. Somos sabedores que pregarão muitas histórias mais sejam firmes e conscientes e tenham certeza que caminharemos juntos” disse o vereador que já perdeu vários recursos na tentativa de reverter à situação.

Silidariedade

O evento do Solidariedade aconteceu num momento delicado para a prefeita Ceiça Dias. Nos últimos três dias, nomes que votaram ou deram sustentação politica a sua gestão como o ex-prefeito Walfredo Filho, ex-vereadores Wilton Nunes, Jeová Machado e Getúlio Gomes migraram para oposição numa debandada inimaginável.

Esse esvaziamento da base também atingiu Leonardo Nogueira que perdeu lideranças como o vice-prefeito Benedito Gomes, suplente de vereador Netim Burrego, Vanusa Vieira ex-gestora do Emater que foram para o PTB e mais recentemente o professor Wallyson Abreu que foi para o PSL.

Em condições normais, o nome do ex-vereador ajuda, no entanto indica-lo nessa situação mostra que não houve um aprendizado com a decisão do TSE e causa uma instabilidade desnecessária para uma pré-candidatura que vem regredindo com a saída de varias lideranças.

1 Comentário

J. P

Nasci em Valença hj moro no Paraná a mais de 6 anos, e o que vejo nos noticiários da internet é esse tipo de notícia uma prefeita que não fez nada para ajudar no crescimento de Valença e um inelegível como candidata a vice, uma imensa vergonha.

20 fev, 2020 Responder