Valença do Piauí, 16 de out, 2021

Inicio das chuvas em Valença acende o alerta contra o Aedes aegypti

mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O inicio do período chuvoso em Valença, além de ser comemorado pelo homem do campo precisa acender o sinal de alerta das autoridades municipais da saúde e da população para os riscos com o mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O mosquito nesse período aproveita a água acumulada que associada à alta temperatura torna-se um ambiente perfeito para sua reprodução em pouco tempo.

Na segunda-feira (16), o secretário de saúde, Leonardo Nogueira disse numa entrevista que a secretaria de saúde tem um plano de combate ao mosquito que de acordo com o mesmo será muito eficiente. O secretário, num entanto não afirmou quando esse plano sairá do papel.

Ano passado, a secretaria de saúde que era comandada pela então secretária Ielva Melão realizou um bom trabalho de combate ao mosquito. Além de montar uma estrutura de limpeza da cidade com o apoio de varias secretarias, Ielva Melão atacou o ponto mais vulnerável no combate ao mosquito que é a conscientização da população.

As ações da secretaria tiveram apoio do hospital regional que distribuiu kits rápidos para detectar a dengue, as escolas publicas e privadas promoveram debates, arrastões e desfiles pelas ruas da cidade chamando a atenção da população para os perigos do mosquito, além da distribuição de sacos de lixo para a comunidade.

0 Comentário