Portal V1

Justiça cassa Robert Freitas e vice por compra de votos

17/02/2009

A juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da Justiça Eleitoral de José de Freitas, decidiu nesta terça-feira (17) cassar o mandato do prefeito de José de Freitas, Robert de Almendra Freitas (PSDB), e seu vice Carlos Estevam, por acusação de compra de votos durante a eleição do último outubro. A decisão veio depois de denúncias da oposição que davam conta de compra de votos na zona rural do município, que faz parte da região metropolitana de Teresina. Os votos da chapa foram tornados nulos, mas como não ultrapassaram a metade dos válidos (48,33%), não haverá realização de nova eleição na cidade. Também foram anulados os votos do candidato a vereador José Luís (PSB), que não foi eleito. A chapa cassada ainda poderá se defender no Tribunal Regional Eleitoral e até ir ao Tribunal Superior Eleitoral para tentar manter o mandato. Caso a cassação seja confirmada em todas as instâncias, quem assume a prefeitura de José de Freitas é o segundo colocado na eleição, Ricardo Camarço (PPS), mas isso pode não ocorrer de imediato. Ele ainda terá as contas de sua gestão entre 1997 e 2000 julgadas após o Carnaval. Ricardo Camarço perdeu a eleição para Robert Freitas por diferença pequena: 10.451 contra 10.184, pouco mais de 1% de vantagem. Nas próximas horas a decisão deverá ser cumprida, e com a vacância do cargo assumirá o presidente da Câmara, José de Araújo Chaves Neto (PMDB).

Fonte: cidadeverde.com

Compartilhe

Deixe seu comentário