Valença do Piauí, 26 de jan, 2021

Justiça determina nova eleição no SINDSERV

O juiz Dr. José Wagner Linhares determinou a realização de uma nova eleição para a presidência do Sindicado dos Servidores Municipais (SINDSERV), a decisão judicial aconteceu na ultima quarta-feira (11). O processo que resultou na anulação da eleição foi movida pelo ex-candidato Carlim Rosa, que alegava irregularidades na gestão do então presidente Antônio Carlos. As irregularidades aceitas pela Justiça foram as mudanças feitas no estatuto do sindicato para beneficiar a candidatura do presidente Antônio Carlos e a confirmação de que o presidente estaria disputando o terceiro pleito ferindo o estatuto que permite apenas a reeleição.

Com a decisão, o presidente Antônio Carlos fica impossibilitado de disputar o pleito que deverá ser coordenado pela ex-secretária do SINDSERVE Raquel nos próximos dias. Carlim Rosa disse ao portalv1, que estava satisfeito com a decisão da Justiça que reconheceu suas denuncias ao contrario da junta eleitoral do sindicato que não impugnou a eleição. Já o ex-presidente Antônio Carlos informou ao portalv1 que só irá se pronunciar após receber a notificação judicial. A eleição aconteceu no dia 02 de outubro do ano passado e a maioria foi de 53 votos.

4 Comentários

Marcos Roberto

É muito comum em cidades pequenas, as lideranças que estão com a máquina administrativa nas mãos, manipularem sindicatos, associações,cargos de chefia como educação, saúde,polícia e outras com o intuito de manipularem seus currais eleitorais visando a perpetuação no poder. Parabéns ao Dr Wagner pela maneira sensata de conceder a liminar, e que os próprios servidores municipais tomem consciência de que são autônomos e funcionários do município e não de uma pessoa!!

14 jan, 2012 Responder

Lima

Não vai adiantar de nada, porque esse sindicato é totalmente manipulado pela prefeitura.E quem for o canditado da oposição vai perder de novo, devido a manipulação que há nesse sindicato.

14 jan, 2012 Responder

Marcos Roberto

Valença permanecerá nas trevas enquanto existirem pessoas com a mentalidade igual a sua caro internauta, aqui existem milhares de não conformistas com o status quo reinante nessa cidade!!

14 jan, 2012 Responder

Manoel Barros

Parabéns ao Juiz Dr. Wagner Linhares por ter agido nesse caso e tomado essa decisão e também ao Carlos Vagner, Valença precisa urgente de pessoas que tenham coragem de enfrentar essa politicagem nojenta e suja que manipula tudo e todos e torna nossa Cidade um monopólio político em benefício de um só “povo”. E ainda mais, que sejam tomadas as medidas cabíveis nos crimes cometidos por esses representantes, principalmente no que diz respeito adulterações de documentos como consta no processo de nulidade da eleição.

17 jan, 2012 Responder