Portal V1

Legista Jorge Sanguinett afirma que Zé Simão deveria está em liberdade

21/07/2015
medico legista Jorge Sanguinett

medico legista Jorge Sanguinett

A morte da primeira dama de Lagoa do Sitio Gercineide Monteiro em fevereiro ultimo voltou ao noticiário nesta segunda-feira (20) com a publicação de uma analise do inquérito do caso feita pelo medico legista Jorge Sanguinett, que atuou em casos polêmicos da crônica policial brasileira como a morte do tesoureiro PC Farias da menina Isabela Nardoni e mais recentemente no caso da morte da modelo Eliza Samudio episodio envolvendo o goleiro Bruno ex- Flamengo.

Em sua analise Jorge Sanguinett questionou a veracidade do inquérito policial produzido pela policia e pelos legistas do IML do Piauí, que segundo o mesmo induziu a Justiça a prender o ex-prefeito de Lagoa do Sitio Zé Simão baseado em provas com erros primários, causando ao ex-prefeito danos irreparável como a perca do mandato, da liberdade e do convívio com os dois filhos.

Jorge Sanguinett classificou de erros primários partes importantes do inquérito como a precisão da temperatura do cadáver, ausência de teste residuográfico para detectar entre outras substancia a de chumbo nas pessoas envolvidas, falhas ao não periciar a arma, controversas na afirmação de resto alimentares no estômago da vitima, erro na afirmativa de dizer que a vitima estava dormindo na hora do crime, falta de clareza no percurso da bala e fortes indícios da participação de duas pessoas na execução.

Jorge Sanguinett observou que baseado nas informações do laudo a hora da morte aconteceu por volta das 06h da manha e não uma hora da manha como sustenta a pericia.

“É impossível um laudo desse, ser apresentado como um documento medico legal” pontou.

DSC_0481

Advogado Nazareno Thé

A analise do laudo foi feito a pedido do novo advogado do ex-prefeito Nazareno Thé, especialista na área criminal que afirmou que ao examinar os autos observou que tinha muita coisa errada e afirmações impossíveis por isso a necessidade da contratação de um especialista para analisar o inquérito e apontar os erros que trouxeram danos ao ex-prefeito.

Ex-delegado e professor Nazareno Thé afirmou que irá até as ultimas instancias para reparar os erros causados ao seu cliente, que não pode permanecer preso baseado em um inquérito com as falhas apresentadas pelo legista Jorge Sanguinett. Ouça abaixo uma entrevista com o legista e com o advogado.

Compartilhe

1 Comentário

  1. Francisco Gonçalves em 21/07/2015 às 16:34

    Se a pericia errou desse jeito, esses peritos devem ser demitidos. a pressa em resolver parece que atrapalhou a policia ou não vai se saber

Deixe seu comentário