Valença do Piauí, 27 de nov, 2021

Mãe de Débora recebe com frieza notícia da prisão de assassino da filha

Débora Edilvânia da Silva
Débora Edilvânia da Silva

A mãe da menina Débora, Edilvânia da Silva, recebeu com frieza a notícia sobre a apreensão do enteado, Adriano, acusado de estuprar e matar a menina por asfixia. O crime ocorreu durante o Carnaval, na cidade de Demerval Lobão.

Na cidade, o clima é de apreensão e revolta pela brutalidade com que a criança foi assassinada.  “Se for ele mesmo ele vai pagar pela morte da minha filha”, disse Edilvânia em entrevista à TV Cidade Verde na noite de ontem (18). A mãe de Edilvânia, Francisca da Conceição Sousa, afirmou que a filha havia se negado a contribuir com a investigação. O acusado, Adriano, é meio irmão de Débora. A avó da menina acredita que Edilvânia estivesse sendo coagida pelo marido, por isso não tenha colaborado. “Ela disse na delegacia que podia era matar ela que não ia dizer quem era. O velho (marido de Edilvânia) também não dizia”, disse a mãe.

O clima na cidade é de revolta e apreensão. A cada crime, a população se assusta. Na noite de ontem, um assaltante foi capturado e um aglomerado de pessoas se formou na porta do batalhão da PM cobrando punição ao acusado.

 

Fonte: cidadeverde

0 Comentário