Portal V1

Margarete Coelho apresenta emenda a projeto que reestrutura a PM/PI

13/04/2011

deputada Margarete Coelho

A deputada Margarete Coelho (PP) propôs, na reunião desta quarta-feira (13), na Comissão de Administração Pública e Política Social, Emenda ao Projeto do Governo que dispõe sobre a Reestruturação Organizacional da Polícia Militar do Piauí que já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça. A matéria tramita em regime de urgência desde ontem na Assembléia Legislativa.

A Parlamentar sugeriu que seja incluída no projeto a realização de curso de qualificação para o efeito de promoção dos cabos e soldados da Polícia Militar do Piauí. Esta alteração deverá ser votada amanhã na Comissão de Administração Pública e Política Social. Caso não seja aprovado na comissão o Projeto do Governo será votado em plenário, ainda, essa semana.
Participaram das discussões com representantes dos cabos e soldados, os deputados Antônio Uchôa (PDT), Firmino Filho (PSDB), Belê (PSB) presidente da comissão, Hélio Izaías (PTB), Luciano Nunes (PSDB) Margarete Coelho (PP) e o líder do Governo deputado Kleber Eulálio (PMDB).

O vereador e policial militar R. Silva, participou das discussões, além de outros policiais militares que fizeram entrega de duas propostas para uma alteração na Mensagem do Governo. Foi aceita a proposição de Emenda da deputada Margarete Coelho da qual deverá ser votada na reunião de amanhã.

Trata-se de um projeto de Lei de grande avanço para a Polícia Militar do Piauí, vez que cria o Batalhão de Policiamento Comunitário – BPCOM, uma diretoria telemática – DITEL e um centro de monitoramento e controle.

Segundo a mensagem enviada pelo governador, os três novos organismos vão ampliar e consolidar o Ronda Cidadão. No BPCOM ficarão lotados todos os policiais responsáveis pelo policiamento ostensivo. A DITEL será a responsável pelo desenvolvimento e manutenção dos sistemas operacionais compostos de câmeras e outros equipamentos. O Centro de Monitoramento e Controle ficará responsável por monitorar e fiscalizar o policiamento em campo.

Fonte: gp1

Compartilhe

Deixe seu comentário