Valença do Piauí, 14 de ago, 2022

Margarete Coelho assume vice-presidência do PP

deputada estadual Margarete Coelho
deputada estadual Margarete Coelho

A deputada estadual Margarete Coelho foi eleita nesta segunda-feira (25) vice-presidenta do Partido Progressista (PP) a eleição do diretório estadual aconteceu em Teresina e contou com a participação de varias lideranças políticas como Zé Filho vice-governador, ex-prefeito da capital Silvio Mendes, deputados Robert Rios, Rejane Dias, entre outras. A presidência ficou com o ex-diretor do Denatran Julio Arcoverde que afirmou que colocar uma mulher na vice-presidência é a prova do novo modo PP de governar.

“Colocar a deputada Margareth como vice-presidente é um sinal de valorização da mulher o que mostra o novo  PP. O nosso partido vai realizar um ciclo de palestras com assuntos de interesse da população e que vão desenvolver o Estado Um exemplo é o turismo e trânsito/mobilidade urbana” disse.

A deputada Margareth também destacou a importância da mulher no desenvolvimento da política estadual. “Eu e a deputada Iracema Portela representamos a mulher eu seus interesses e capacidade. Fiquei muito feliz em ter sido indicada para ser vice-presidente do PP que vem com idéias novas que vão colaborar com o fomento do Estado”, comemorou.

O senador Ciro Nogueira lembrou que o PP não está na oposição somente por estar e destacou a nova fase vivida pela agremiação. “O nosso partido vive uma nova fase, Estamos na oposição para falar em nome do povo. Entregamos os cargos que ocupávamos para ter essa postura de independência. Quero deixar bem claro que não temos problema de relação com ninguém, mas vamos construir nossas próprias bases”, destacou o senador.

O ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes (PSDB) chegou ao final da convenção e disse que a participação no evento seria “uma visita de cortesia”. “Isso é normal participar da convenção de outros partidos. Recebi o convite e estou aqui. Não posso negar que fico feliz com as demonstrações de carinho. Mas, não tenho pressa para resolver nada. Repito que não há mal estar dentro do PSDB. No futuro tudo deve se resolver. Essa é uma visita de cortesia”, ponderou Mendes.

Colaboração: GP1

0 Comentário