Portal V1

MP doa bafômetro e decibelímetro para a 2ª CIA / 4º BPM de Vallença-PI

24/08/2012

Promotora de Justiça entrega equipamentos

O Ministério Público do Estado do Piauí, representado pela Promotora de Justiça da comarca de Valença-PI, Verônica Rodrigues Sales, no dia 08 de agosto de 2012, em reunião presidida pelo Juiz de Direito, Dr. José Osvaldo de Sousa, na sede do Juizado Especial Cível e Criminal da referida comarca, realizou a doação de um bafômetro e um decibelímetro (resultados de transações penais) à 2ª Companhia do 4º Batalhão de Polícia Militar (2º CIA / 4º BPM).

No ano de 2011, a Procuradora-Geral de Justiça lançou a campanha pela paz no trânsito. A Promotora de Justiça signatária, titular da 1ª Promotoria de Justiça da comarca de Valença do Piauí, reuniu-se com o Capitão da Polícia Militar, Antônio dos Santos, Comandante da 2ª CIA / 4ª BPM, o qual comprometeu-se a intensificar no policiamento ostensivo realizado no município de Valença do Piauí as ações de fiscalização e prevenção dos delitos de trânsito. Para tanto, muitas blitzes foram realizadas em pontos estratégicos do município. Assim como muitas abordagens a menores de 18 anos, conduzindo veículos automotores, constatando-se a prática de diversos delitos de trânsito. Foram elaborados termos circunstanciados de ocorrências e boletins de ocorrência circunstanciada.

Dando continuidade à Campanha de Trânsito, visando sempre combater a violência e melhorar a situação do tráfego, esta Promotoria de Justiça, através de transações penais, conseguiu obter o material (bafômetro) para a  2º CIA / 4º BPM.

Ressalta-se que o bafômetro também estará à disposição das Delegacias de Polícia dos municípios de Novo Oriente do Piauí e Lagoa do Sítio, bem como do posto da Polícia Rodoviária Federal sempre que for necessário medir a concentração de álcool no organismo do motorista.

Quanto ao decibelímetro, foi adquirido para que ajudasse no combate à poluição sonora e perturbação do sossego público, e será utilizado de igual modo ao bafômetro, em relação à sua utilização nas cidades.

Com informações do MP-PI

Compartilhe

Deixe seu comentário