Portal V1

Os Últimos Serão Os Primeiros.

21/03/2010
Jvc e Wellington Dias na quarta-feira valiam menos de um real em Valença.

Jvc e Wellington Dias na quarta-feira valiam menos de um real em Valença.

A permanência do governador Wellington Dias no Palácio de Karnak foi a noticia mais discutida em Valença e, por conseguinte, em todo o estado do Piauí. A decisão tem e terá muitas conseqüências, uma vez que a mesma, altera diretamente o tabuleiro político e agora, é esperar o comportamento das autoridades valencianas que irão expor suas conseqüências.

A decisão do governador em permanecer no cargo, evitará humilhações e perseguições que já vinham sendo arquitetadas cujo objetivo precípuo, era expor e humilhar aliados do governador em Valença. Já corria inclusive pelas repartições municipais e até mesmo do Estado, listas com nomes de pretensas pessoas que iriam assumir cargos do estado no município e a realização de carreatas para brindar a chegada do vice-governador Wilson Martins ao poder.

Em emissoras de rádio, radialistas perguntavam como iriam ficar lideranças políticas como o empresário Rubens Alencar e o vereador Joaquim Filho, uma vez que teriam de subir e pedir votos para o vice-governador que até a última quarta-feira, era apontado como o candidato da base aliada.

A decisão do governador Wellington Dias em permanecer no cargo, tirou por sua vez, a chance do vice assumir o comando do estado e, por conseguinte, a possibilidade dos seus aliados de promoverem um arrastão nos cargos estaduais para saciar a sede de aliados do vice-governador que se sentiam “donos do pedaço” mesmo não tendo votado no governador Wellington Dias nas duas oportunidades.

A decepção pela não renuncia do governador levou como sempre, muitos a esconderem-se nos interiores bem se excluir de eventos públicos programados para acontecer após a confirmação do nome do vice-governador como candidato da base. Como o vice não conseguiu a indicação os aliados tiveram que “engolir” as listas criadas em sua maioria, beneficiando seus parentes.

Outrossim, outra providencia tomada após a decisão do governador, foi a de se afastar como o diabo foge da cruz do prefeito Alcântara que por 24 horas foi idolatrado e depois como o vice não era candidato ficou sozinho com seus aliados municipais.

Tais “lideranças” que até a sexta-feira vilipendiavam o senador João Vicente e o PT estão recolhidas em seus porões confabulando e arquitetando uma maneira de chegar aos excluídos da quarta-feira como forma de manter seus cargos e as benesses conseguidas nos últimos sete anos mesmo depois de enxotar o governador Wellington Dias.

Desta feita, a população valenciana viu em 24 horas, a sede, a ganância e todos os sentimentos negativos que o poder pode trazer. O governador Wellington Dias que dantes era chamado pelas lideranças locais de “índio” um adjetivo pejorativo volta a ser o grande comandante. O governador e o senador João Vicente na quarta-feira na cotação política valiam menos de um real.

Mesmo durando 24 horas, a população sentiu o que viria nos próximos oito meses e o governador Wellington Dias e o senador João Vicente puderam antever uma amostra da fidelidade de alguns “amigos” que não esperam nem o anuncio oficial para renegá-los.

Por outro lado o prefeito Alcântara deve perder alguns votos para o seu deputado estadual, uma vez que o vice-governador não estará com a caneta na mão ele não poderá prejudicar parentes dessas lideranças.

É por essas e outras que Valença está parada no desenvolvimento.

Compartilhe

3 Comentários

  1. miskoo em 21/03/2010 às 15:36

    Foi muito bom é por que eu gosto do Welington

  2. Paulo José em 21/03/2010 às 22:03

    Realmente foi uma grande decepção a carreata era para passar primeiro na casa do vereador Pedro ribalta e da Chiquinha, felizmente o governador não vai sair e agora esses vampiros terão que puxar o saco do governador para manter seus cargos é bom enviar essa matéria para Teresina para saber do amor desses picaretas. Como o candidato vai ser o João Vicente e ele conhece esses moços e ira desmamar principalmente a educação e saúde de Valença foco do motim contra o governador

  3. francisco otavio em 22/03/2010 às 14:31

    O governador deve continuar no crgo e realzado as obras para, o progresso do estdo sem se preocupar com a sucessão pois a politica é uma supressa atrás da outra.

Deixe seu comentário