Valença do Piauí, 26 de jan, 2021

Passeata marca celebração de 7º Dia do Vaqueiro Coró. Fotos

A passeata reuniu uma grande multidão

Amigos e familiares do vaqueiro José Vieira (Coró) morto depois de se envolver em um confronto com dois policiais na localidade Saco Município de Novo Oriente no ultimo dia 28 de janeiro realizaram neste sábado (04) uma grande passeata que teve inicio no portal da cidade até a localidade Serrote, onde o vaqueiro foi sepultado há sete dias.

Durante o percurso, os participantes pediram justiça e transparência nas investigações do caso que teve repercussão estadual. O secretário de justiça Robert Rios nomeou um delegado especial para cuidar do caso.
Fotos João de Deus

.
4 Comentários

Francisco Borges

Reafirmo mais uma vez: estão querendo se aproveitar de um momento de fragilidade e comoção para lucrarem politicamente em cima da situação ocorrida. Povo de Novo Oriente, abram os olhos e não se deixem iludir por pessoas inescrupulosas que estão buscando apenas seus próprios interesses ( políticos).

06 fev, 2012 Responder

ANATÉCIA LIMA

Parabéns ao povo de Novo Oriente pela brilhante coragem de usar a consciência de seus direitos para reivindicar justiça à morte de um inocente. O q se vê é que alguns policiais precisam ter preparo para agir em algumas situações como ,por exemplo, ter prudência na hora de abordar as pessoas. Mas infelizmente, UM CERTO NÚMERO DE POLICIAIS, vestem a farda e usam do abuso de autoridade, causando receio e medo nas pessoas.

06 fev, 2012 Responder

ANA BERNARDES

Senhor comandante, solicite já do governo um curso de RELAÇÕES HUMANAS para a polícia que é paga para ter auto-controle, prudência e respeito para com a sociedade que paga impostos e desses impostos é retirado o pagamento de seus salários. Há muitos policiais bacanas nessa região, mas “uma meia dúzi”´parece q ainda age nos modelos da ditadura militar, estes precisam entender de direitos humanos, código penal e constituição. Claro que o policial precisa se defender qdo um meliante armado reage, é o caso de assaltantes de banco que estão ali para matar ou morrer, mas um pobre vaqueiro como poderia afrontar e inibir dois policiais armados? Respondam senhores policiais.

06 fev, 2012 Responder

Fátima Souza

O povo de Novo Oriente confirma a coragem em exercer sua cidadania valendo-se da Democraci a e liberdade de expressão, com esta atitude nobre em reivindicar justiça pela morte do vaqueiro.Concordo q policiais devam reagir mediante um meliante armado,como legítima defesa, é o caso de muitos assaltantes de banco que na hora ou matam ou morrem. Mas o pobre vaqueiro em frente a dois policiais armados como os afrontaria? Respondam, senhores policiais. O Secretário de Segurança precisa fazer uma resciclagem em muitos policiais que não entendem de cidadania, direitos humanos, código penal e constituição. Façam um curso de Relações Humanas para exercerem a profissão. Essa crítica não é dirigida a todos, pois há muitos policiais bacanas nessa região q têm a minha admiração, mas há uma meia dúzia q é melhor parar por aq…

06 fev, 2012 Responder