Valença do Piauí, 23 de fev, 2024

Policia Militar de Valença está em perigo!!!!

Apesar de ser uma das cidades mais velhos do Piauí, ainda temos uma Companhia de Policia que depende em tudo da cidade de Picos (Foto Thiago)
Apesar de ser uma das cidades mais velhos do Piauí, ainda temos uma Companhia de Policia que depende em tudo da cidade de Picos (Foto Thiago Amaral)

A 2ª Companhia da Policia Militar dificilmente contará com reforços no período de festejo da Padroeira de Valença, que começa dia 17 de dezembro. A noticia foi repassada pelo comando da companhia, que afirmou que mesmo que a solicitação de reforço não seja atendida, não haverá problemas, assim como nos anos anteriores.  A falta de atenção do comando estadual da Policia Militar com Valença é reflexo da falta de representatividade dos nossos políticos com o governo estadual apesar das falas de intimidade com o chefe do Executivo Estadual. O déficit com a Policia Militar é grande em nosso município, assim como a falta de incentivos por parte das autoridades.

No inicio do ano foi ventilada a informação de que havia uma viatura destinada a Valença, passados um ano, essa viatura anunciada ainda não chegou. Apesar de ser a cidade mãe de 14 cidades, cuja população ultrapassa os 100 mil habitantes nossa companhia de policia ainda é subordinada a Picos, se sujeitando as sobras, de armamentos, viaturas e outras conquistas que teria direito caso fosse independente.

Uma demonstração clara da necessidade de independência da nossa companhia foi à ausência de vagas destinadas no ultimo concurso da Policia Militar. Nenhumas das vagas foram destinadas a nossa companhia que continuará com as sobras de Picos. . Esse ano a prefeitura de Valença colocou no orçamento apenas R$ 27 mil reias para ser gasto com segurança em todo o ano de 2014. Já para pagar as diárias da prefeitura foram destinados R$ 256 mil reais no Orçamento.

Em junho foi iniciado pelo delegado regional Maycon Braga uma campanha para a instalação do sistema de segurança conhecido como Guardião Eletrônico e a apesar do oba, oba das autoridades, nada foi feito até momento. Como não existem cargos na companhia para beneficiar aliados políticos, a 2ª Companhia do 4º BPM fica sempre em segundo ou terceiro plano. Apesar da inércia das lideranças políticas nossa companhia segue sua rotina com deficiências e necessidades. Felizmente dispõe de um plantel bravo, respeitado e temido em todo o estado.

6 Comentários

Francisco

Que a Segurança Publica estar precária em toso lugar todos sabemos.
Agora dizer que Valença já 100.000 habitantes aí tambem já é demais .

06 dez, 2013 Responder

Danilo

Owww parceiro vc q está desinformado, ele falou da microrregião, não foi da cidade, que ate 2006 contava com 107 mil habitantes…

06 dez, 2013 Responder

Daniel Sousa

Acho que o governo tem que investir em segurança e mais rápido possível em educação e espero que esse rapaz aqui volte ao … pq não consegue interpretar um texto.

06 dez, 2013 Responder

João Silva

Pelo que entendi não é Valença que tem mais de 100 mil habitantes e sim as cidades que dependem da policia de Valença. Muito oportuna essa matéria. Parabéns ao repórter.

06 dez, 2013 Responder

Anna Paula Mendes

Creio q a pessoa q redigiu o texto quis dizer que 100 mil seria a populaçao das 15 cidades da regiao vale do sambito, mas aind assim juntando todas as cidades nao chega a esse valor nao. Temos que pensar politica de regionalizaçao e nao em cima de numeros de habitantes, temos que evoluir para um pensamento critico politico, ao invès de politicagem. Temos que criar consciencia de politica de direitos e nao politica de ataques, apontar o erro das autoridades nao resolve, resolverà mesmo qdo cada um de nòs filhos de Valença dp Piaui deixarmos de lado a poçitica partidaria e lutar em prol da nossa terra da nossa gente.

06 dez, 2013 Responder

JOTA JUNIOR

Nossa cidade, necessita de politicas em saude, educação trabalho, e segurança. Mas onde estao politicos piauienses eles nã tem o menor interesse em lutar pela ciade. Vamos acordr meu povo eleição é ano que vem.

09 dez, 2013 Responder