Portal V1

Policia prende acusados de roubar Banco do Brasil de Inhuma.

28/09/2010

bbbA polícia prendeu nesta terça-feira (28) dois acusados de assaltar a agência do Banco do Brasil de Inhuma ontem ao meio dia. Foram apreendidos fuzis AR-15, de uso restrito das forças armadas, e ainda R$ 382 mil. Um dos suspeitos responde pelo maior assalto da história do País realizado no Banco Central de Fortaleza (CE), em 2005.

A polícia trabalha com a hipótese de que integrantes do famoso assalto também planejaram o roubo a agência do banco do Brasil de Inhuma.  Foram presos Ricardo Laurindo Costa, de 42 anos, e Walfrido Gentil de Carvalho, 48 anos.

O Supremo Tribunal Federal concedeu liberdade a Ricardo Laurindo na semana passada. O comandante da Polícia Militar, coronel Francisco Prado, informou hoje que foram apreendidos três carros, sendo dois Pólos e um Meriva, além de duas pistolas e um revólver 38.

No STF, o ministro Celso de Mello entendeu que houve excesso de prazo na prisão de Ricardo e outro envolvido no assalto de R$ 164 milhões dos cofres do Banco Central, crime que ganhou repercussão nacional pela ousadia.

O acusado teria envolvimento na lavagem do dinheiro roubado. Além do cearense, Walfredo Gentil de Carvalho, paulista que tem quatro mandados de prisão em aberto no Ceará e São Paulo. Ricardo tem três mandados de prisão no seu Estado.

Segundo o delegado geral de Polícia Civil, James Guerra, foram apreendidos na operação dois fuzis AR15, de uso restrito das forças armadas, além do dinheiro. Ele disse ainda que um dos presos é suspeito de participar da organização criminosa PCC – Primeiro Comando da Capital de São Paulo

O assalto

O assalto à agência do Banco do Brasil na cidade de Inhuma aconteceu por volta das 12h20 desta segunda-feira. Segundo a polícia, cerca de oito homens chegaram em dois carros e renderam os policiais da delegacia e entraram no banco. Os homens fugiram atirando para cima e levando uma quantia ainda não divulgada.
Um soldado que estava na delegacia disse que foi rendido e colocado com a cabeça para o chão e só foi liberado cerca de 15 minutos depois quando eles saíram do local, atirando para cima e fugindo em direção a Ipiranga e São José do Piauí.

fonte: cidadeverde.com

Compartilhe

Deixe seu comentário