Portal V1

PRF divulga balanço de acidentes registrados nas rodovias do Estado

12/08/2009

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou o balanço das ocorrências registradas nas rodovias federais no Estado nos primeiros sete meses do ano. Trata-se do período compreendido de 1º de janeiro a 31 de julho de 2009. Foram registrados 1.191 acidentes com o saldo de 861 feridos e 99 mortos contra 1.189 acidentes, 801 feridos e 90 mortos, registrados no mesmo período do ano de 2008. Verificou-se acréscimos de 0,16% no número de acidentes, 7,49% no número de feridos e 10% no de mortes.

É imprescindível registrar que a cada mês cresce o número de pessoas que adquirem a concessão para conduzir veículos automotores (carteiras de habilitação) e, por conseguinte, a frota de veículos acompanha o crescimento. Se faz necessário saber que de acordo com o DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito), a frota cresceu em torno de 13%. Os tipos mais comuns de acidentes registrados no Estado foram os atropelamentos de animal e de pedestre, capotagem e as colisões e a maioria das causas são a falta de atenção dos condutores, ultrapassagem perigosa, condução perigosa e excesso de velocidade. Mas a PRF vem trabalhando com equipamentos como radares e etilômetros na tentativa de coibir a prática da direção criminosa. Ainda visa firmar convênios com as prefeituras para a retirada dos animais ao longo das rodovias. Em outubro de 2008 firmou parceira com o Governo do Estado através da Secretaria de Transportes para a retirada dos animais e desde a data já foram apreendidos cerca de 956 animais.

O Superintendente da Polícia Rodoviária Federal do Piauí, Inspetor Bernardo Val, “atribui os índices registrados ao trabalho desenvolvido pela PRF somados à Medida Provisória nº 415 (que proíbe a comercialização de bebidas alcoólica em rodovias federais), a fiscalização do nível de alcoolemia (nível de álcool no sangue), à engenharia de trânsito e à educação do motorista, que cada vez mais se conscientiza com os perigos do volante”, relata o Superintendente. É diretriz da PRF intensificar a fiscalização no sentido de coibir qualquer prática criminosa nas rodovias federais e reduzir os índices referentes ao acidentes, feridos e principalmente, mortes.

Compartilhe

Deixe seu comentário