Valença do Piauí, 25 de fev, 2024

Professores do Estado fazem greve de três dias contra falta de reajustes

Greve na educação
Greve na educação

Os trabalhadores em Educação no Piauí fazem uma greve geral de três dias a partir desta segunda-feira (17). Eles se reúnem a partir das 8h em frente ao Palácio de Karnak para uma manifestação.

Os trabalhadores protestam contra a falta de reajustes para os servidores administrativos da Secretaria da Educação do Estado, contra falta de trabalhadores nas escolas e contra o fato de que em muitas escolas as aulas ainda não começaram devido a realizações de reformas extemporâneas.
A greve se dá em nível nacional e tem a coordenação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação.
Na terça-feira (18), a paralisação será em frente a Associação Piauiense de Municípios (APPM) para exigir que os prefeitos cumpram a lei e paguem o piso nacional aos trabalhadores do magistério.
Um painel elaborado pelo Sinte mostra que grande parte dos municípios do Estado não cumpre a Lei do Piso. Esse painel será exposto na frente da APPM com os nomes dos municípios que não respeitam os direitos dos trabalhadores em Educação.
A paralisação exigirá o Cumprimento da Lei do Piso, Carreira e jornada, Investimento dos royalties do petróleo na valorização da categoria, votação imediata do Plano Nacional de Educação e destinação de 10% do PIB para a educação pública.
Na quarta-feira(19), a manifestação acontece em Brasília com a participação de caravanas dos estados, inclusive do Piauí.
Fonte: cidadeverde.com
1 Comentário

Lourisvaldo Lucena

VAMOS A LUTA, educação com qualidade, passa também pelo reconhecimento salarial, afinal nos trabalhamos para a formação das outras classes setoriais.

17 mar, 2014 Responder