Valença do Piauí, 24 de jan, 2021

Projeto de Inclusão é aprovado em primeira votação

Centro de Treinamento Djalma Veloso

A Câmara Municipal aprovou em primeira votação na última sessão parlamentar, o Projeto de Lei de autoria do Executivo Municipal, que dispõem sobre a Política Municipal de Inclusão da Pessoa com Deficiência, do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, da Coordenadoria Municipal Para Inclusão da Pessoa com Deficiência, do Fundo Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência e a que Institui no município a Conferencia Municipal de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

A presidenta Ielva Melão explicou que o projeto engloba varias ações, que visam garantir melhorias as pessoas com deficiência no município. Na discussão do projeto, o vereador Lindomar Amâncio elogiou a iniciativa da apresentação do projeto porque tenta igualar os direitos das pessoas com deficiência no município.

O vereador disse que é preciso mais atenção por parte das autoridades no sentido de dar dignidade as pessoas com deficiência. Ele lembrou que um dos principais problemas enfrentados pelos deficientes é a acessibilidade. Lindomar Amâncio citou como exemplo o prédio da própria prefeitura, que não respeita os padrões estabelecidos por lei.

A vereadora Ceiça Dias chamou a atenção para que o Executivo Municipal depois que o projeto for aprovado que qualifique os funcionários municipais para o atendimento as pessoas com deficiência. De acordo com a vereadora não adianta aprovar o projeto sem se preocupar em qualificar os funcionários públicos.

A presidenta Ielva Melão se mostrou preocupada com a seleção dos funcionários que irão trabalhar nessa área, ela pediu que fossem escolhidas pessoas realmente qualificadas na área. Ela citou um fato acontecido em uma conferencia, quando se perguntou a assistente social quantas pessoas foram registradas por abuso sexual em Valença do Piaui e ela simplesmente disse que não sabia.

Ela afirmou que o projeto chega em boa hora, uma vez, que o município vem se escondendo atrás da APAE e outros colégios quando o assunto é exclusão. Sobre o assunto, o portalv1 mostra o acesso construído pela prefeitura na entrada do Centro de Treinamento Djalma Veloso, que recebe as pessoas durante a estadia de cursos e treinamentos. Antes de chegar à rampa, o cadeirante terá que atravessar um terreno irregular e cheio de areia.

0 Comentário