Portal V1

Salgueiro é o campeão do carnaval 2009 no Rio.

25/02/2009

 O Acadêmicos do Salgueiro é a campeã do Grupo Especial das escolas de samba de Rio de Janeiro. Segunda a entrar na Sapucaí na noite de segunda-feira, 23, a escola saiu como uma das favoritas ao título. Cantando o “Tambor”, a agremiação do Morro do Salgueiro fez uma homenagem a sua bateria, conhecida pela alcunha de “A Furiosa”. A história do instrumento levou para a avenida o som do batuque de percussão, e ressaltou o ritmo afro, usado na antiguidade. As homenagens começaram na comissão de frente, formada por bailarinos que dançavam com tambores gigantes de couro nas mãos.
O abre-alas ostentou 28 tambores gigantes que rodopiavam no ar. Trapezistas acompanharam a batida pulando em camas elásticas. A rainha de bateria Viviane Aráujo, como era esperado, encheu os olhos do público que acompanhou o desfile na passarela do samba. Viviane também usou o tambor para dar ainda mais destaque à sua apresentação. Apesar de ter tido a evolução comprometida, por conta no segundo carro alegórico, que mostrou a utilização de peles de animais para a manufatura de tambores, a escola, que foi vice-campeã em 2008, foi ovacionada na avenida e conquistou os 40 jurados, que avaliaram dez quesitos: Alegorias e Adereços, Bateria, Comissão de Frente, Conjunto, Enredo, Evolução, Fantasias, Harmonia, Mestre-sala e porta-bandeira e Samba-enredo.
Conduzida pelo o samba-enredo interpretado por Quinho, o Salgueiro passou pela Sapucaí com 4,1 mil componentes, 36 alas e oito carros alegóricos. Entre as celebridades que desfilaram estiveram o cantor Carlinhos Brown, destaque de um carro que imitou o primeiro trio elétrico a desfilar em Salvador, e a apresentadora Sabrina Sato, à frente de bloco que homenageou o bloco Olodum.
Desde a fundação, em 1953, o Salgueiro já conquistou oito títulos, o último deles em 1993, com o sucesso “Peguei um Ita no Norte”, que tinha o refrão “Explode coração, na maior felicidade…”.
 

 

Compartilhe

Deixe seu comentário