Portal V1

Sinte decidirá sobre fim da greve dos professores nesta segunda

14/08/2018

Greve na educação

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Piauí (Sinte-PI), Cassius Lages, informou que a categoria definirá em assembleia na próxima segunda-feira (20) sobre o fim da greve dos professores.

Nesta segunda-feira (13), o vice-presidente fez um apelo ao governador Wellington Dias (PT) para que o pagamento do reajuste da Educação seja cumprido, exatamente como determina o acordo judicial.

“Primeiro eu gostaria de dizer que a greve não acaba dessa forma, ela acaba em uma Assembleia, que está marcada para o dia 20, na próxima segunda, a partir das 10h”, afirmou o vice-presidente em entrevista ao Jornal do Piauí de hoje.

O governador Wellington Dias prometeu que a determinação judicial será cumprida pelo governo e que já autorizou o a pagamento do aumento na folha de agosto.

Cassius acrescentou; “e da forma como foi colocada a decisão judicial, eu também faço um apelo ao governador, que cumpra da forma com ela foi colocada. O pagamento dentro das 48 horas do retroativo nas contas dos trabalhadores da educação. E depois desse pagamento, o cumprimento, no mês de agosto, que é o acordo do pagamento do reajuste de 6,81% e os 3,15%, da forma como diz também, o acordo judicial. Dessa forma vamos ter condições de estar cumprindo o acordo que foi feito na justiça, entre as partes”.

O movimento grevista já duro mais de 70 dias e Cassius entende que “a greve está quase que definida. Agora, é preciso que o cumprimento na justiça seja feito de acordo com o pedido do desembargador Joaquim Santana”.

O Sinte ingressou com ação judicial requerendo o reajuste e o desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí, Joaquim Santana, determinou ao governo do estado que conceda o reajuste de 6,81% para os professores da rede estadual e 3,95% para os funcionários administrativos.

O vice-presidente garantiu que se o acordo for cumprido pelo governo, o Sindicato também cumprirá a sua parte de que as aulas sejam repostas conforme o calendário de cada escola, atendendo as necessidades escolares, com sempre foi feito.

Fonte: cidadeverde

Compartilhe

Deixe seu comentário