Portal V1

Promotora abre brecha e creche pode ser concluída.

08/06/2010
promotora Verônica Rodrigues

promotora Verônica Rodrigues

A Promotora de Justiça Verônica Rodrigues, autora do pedido de embargo da creche, disse durante a Reunião Publica que o Ministério Publico poderá retirar a ação de embargo. Para isso a Prefeitura Municipal deve enviar ao Poder Legislativo o projeto de lei solicitando a autorização para invadir cerca de dois metros e meio a Rua Professor João Soares e assim concluir a creche.

A promotora reconheceu a ilegalidade da obra, mais afirmou que caso o Executivo e o Legislativo se entendam o Ministério Publico poderá retirar o pedido de embargo. As palavras da promotora foram respaldadas pelo advogado Mauro Rubens, secretário adjunto da OAB subsecção de Picos, e pelo advogado Damásio Araújo que na tribuna defendeu a consulta popular para a continuação ou não da obra.

Damásio Araújo que em sua petição inicial solicitava exatamente o parecer do Legislativo justificou sua iniciativa de acionar o Ministério Publico pelo fato de a prefeitura ter invadido o terreno sem nenhuma consulta a Câmara Municipal ou a população valenciana. “Se continuar dessa maneira irão construir dentro da prefeitura”, disse o advogado.

O autor do requerimento, vereador Lindomar Amâncio, fez um discurso apelando para a sensibilidade das autoridades, ele informou que no município existem outras obras irregulares e que passam despercebidas pelas autoridades. “Não é justo perder uma obra de mais de um milhão de reais por causa de dois metros de terreno”, justificou o vereador.

O presidente da Câmara Municipal, Gilmar Barbosa, disse ao portalv1 que os vereadores estão prontos, como sempre estiveram, para votar o projeto. “O grande problema dessa historia toda é que o prefeito nunca enviou o projeto para a Câmara. Vamos esperar que com essa brecha da promotora ele aproveite e envie o projeto para os vereadores apreciarem”, pontuou.

Compartilhe

10 Comentários

  1. Maria José em 08/06/2010 às 23:36

    Existe esse projeto mesmo? Quem elaborou… o prefeito?

  2. Vanusa Portela em 09/06/2010 às 07:56

    O Gilmar ta certo ninguém em Valença quer a paralisação da obra, o problema é que o prefeito não respeita ninguém. Acho extremamente positiva a ação do advogado Damásio que fez a população pensar sobre a importância e a força do cidadão valenciano. Pena que algumas autoridades preferem fazer um carnaval para se promover do que realmente ajudar a cidade. Pelo que ouvi ontem uma simples audiência com a promotora publica resolveria o problema.

  3. Mauricio Jones em 09/06/2010 às 08:22

    O grande problema de nossa DELAPIDADA Valença é que o nobre Alcaide não respeita os outros poderes(imaginem a população )manda e desmanda ao bel prazer.

  4. A obra é por demais importante, Valença não poderá jamais perdê-la. O que se está questionando é a forma como foi feita, invadindo metade de uma rua, e o pior sem nehuma consulta ao poder legislativo, que poderia ter acionado a justiça antes de qualquer cidadão. Da forma que está, sou favorável ao embargo da obra, mas se for feita de forma legal, de preferência em outro local,não só eu como todos os valencianos serão favoráveis a obra. O prefeito de Valença, além de desrespeitador de leis, é mal acessorado, no entanto, é bom dizer que o mesmo faz isso de propósito para posteriormente se colocar como vítima. Pasmem!

  5. Francisco Alves da Silva em 09/06/2010 às 10:17

    O errado é quem botou uma creche no meio da rua, e quem colocou a creche la? Eu acho que foi o prefeito, o engenheiro, vereador Lindomar e Ceiça Dias. O que eu fico com raiva é da demAgogia de falar: É pelas proximas gerações, as criancinhas, eu num tive essa oportunidade. Apelando para o emocional das pessoas e usando isso para conseguir ir contra as leis, pq nós sabemos que o problema maior não é esse, e sim as maracutaias que foram feitas para que aquela creche ficasse naquele terreno que não comportava a obra.
    Senão vamos ver, se a obra é para crianças carentes, pq não colocar essa creche no Novo Horizonte? La sim tem pessoas precisando de uma creche, no Campestre que tem três conjuntos habitacionais grandes e muita mãe solteira precisando trabalhar e não pode, pq não tem onde deixar seus filhos.
    Agora alí onde ela está sendo contruida, além de não ter o terreno, o local é hAbitado por pessoas de um poder aquisitivo maior e ecredito eu, não ter tantas pessoas precisando. Voçê já imaginou uma mãe sair do Vale Verde para deixar seu filho na creche e depois voltar para trabalhar? E la da Vila Vitória ou da Barrinha? Então eu acredito que essa obra vai servir mesmo é para filho de rico e para empregar babão .

  6. Eva Maria em 09/06/2010 às 12:05

    Valençianos, nao nos preocupemos com a parte fisica do predio mais principalmente com o futuro dessas crianças ,mostre sugestoes e nao procurem tumultuar problemas pq a obra sera construida disso eu tenho certeza.afinal de conta o HOMENS e esse que mostra trabalho .

  7. Paula Martins em 09/06/2010 às 13:43

    A sede ou carência do Lindomar em relação ao episodio da creche pode prejudicar o andamento desse e de outros projetos para Valença. O vereador precisa entender que todo o problema foi ocasionado pelo prefeito não pela promotoria ou o Damásio. Se ele não tiver habilidade ou humildade será difícil aprovar esse projeto no parlamento. Não é uma causa dele é falta de responsabilidade do prefeito em que infelizmente ajudei a eleger. Nenhum vereador ou a própria população aprovará um projeto com toda essa promoção pessoal. A adm municipal continua como a casa da mãe Joana onde todos mandam. O prefeito Alcântara e o Ronaldo sobreira não podem deixar que essa carência atrapalhe uma obra tão importante para a cidade

  8. Gregorio Araujo em 09/06/2010 às 16:09

    Eu sou um filho legítmo de Valença desde 1953, e estou preocupado com a maneira que o vereador Lindomar Amancio vem se comportado como parlamentar, individualista, quer a todo custo se promover assim como promover o prefeito políticamente.
    Que autoridade tem um vereador para mandar o prefeito invadir um bem público do município?
    Como por exemplo a rua João Soares, ele disse que o fez, eu pergunto e os outros vereadores não tem voz? Não tem voto? Aqui vai uma sugestão, vereador seu papel é igual o dos seu colegas vereadores, não querer assumir a responsabilidade de dizer que sugeriu, mandou o prefeito invadir a rua em questão que o senhor se virava com o resto do vereadores na câmara.
    Ja pensou? Daqui a pouco o senhor sugere autoriza ou até mesmo manda como o senhor ja disse o prefeito invadir outros bens ou imoveis do município, quem sabe até os privados, os empresários que se cuide.
    Vereador deixe de ser insensível! Nem mesmo o maior inimigo do prefeito, se é que ele tem, será contra a construçõa de uma creche ou qualquer outra obra em Valença, o que foi e o que está sendo questinado é a forma como o prefeito vem conduzindo as obras em Valença, sem planejamento, se aprovação da câmara de vereadores da qual o senhor faz parte.
    Vereador é do seu conhecimento que em Valença existem vários terrenos bem mais apropriados para construção dessa creche que é tão valiosa e muitas outras obras que por ventura virá.
    Terrenos: Atraz do colegio Maria Antonieta, ao lado do colegio Carmina Veloso, antigo clube velho bairro Lavanderia e etc.
    Por que querer desfazer o que ta feito ja que num vem sendo feito nada em quase 15 anos.
    Vereador as coisas devem ser feita pela razão e não pela emoção, eu estive na audiência pública e ví de fato o advogado Damasio Araujo ser vaiado por aproximadamente 15 pessoas as quais tem cargo de confiança do prefeito, não senhor dizer no rádio que a metade da população tinha vaiado o advogado, sem explicar que população era essa. Vereador eu tambem ouví o senhor elogiar paraenizar “o dono da rádio cidade” mas eu me lembro que um pouco antes das convensoes das eleições passadas era inimigo numero um dele, COMO AS COISAS MUDAM EM VEREADO? Pra finalizar além do senhor ter errado em mandar o prefeito invadir a rua para construir a obra, o senhor vem ao longo do seu mandato de vereador cometendo vários erros graves, vou citar um deles: Utilizar os microfones da radio comunitária de Valença do Piauí a (Rádio Cidade) PARA SE PROMOVER E PROMOVER O PREFEITO e o pior denegrir a o nome dos seu colegas vereadores colocando a população contra eles.
    Está faltando postura, cordialidade, ética e assima e tudo a razão.

  9. João eugenio em 09/06/2010 às 17:19

    Olha vou da minha opinião mesmo de longe, vejo que em Minha Valença não tem propósito de nenhumas das partes políticas, tem muitas picuinhas e nada de soluções, para se fazer uma creche tem que se fazer uma pesquisa e vê o melhor local para essa ser feita, legislativo e prefeitura junta, não ficar procurando culpados.

    Sou Valenciano morando em Brasilia.

  10. Evilasio Sousa em 10/06/2010 às 23:18

    Sou Valenciano e moro em SP, vendo essa matéria achei um absurdo um prefeito autorizar uma construção de uma creche invadindo um via pública, já pensou se ele mandar derrubar o patamar da igreja matriz para fazer um prédio público? Parabéns ao Dr. Damasio pela iniciativa.

Deixe seu comentário