Portal V1

TRE do Piauí julga hoje novo recurso de Manin Rego contra a sua cassação

02/03/2010

manimrego1O pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) julga hoje novo recurso do prefeito cassado de Barras, Francisco das Chagas Rego Damasceno, o Manin Rego (PMDB). A assessoria jurídica do peemedebista entrou com agravo regimental, solicitando a reforma da decisão monocrática do presidente do Tribunal, o desembargador Raimundo Eufrásio, que determinou o afastamento de Manin na última sexta-feira. A cassação se deu por captação ilícita de sufrágio durante a campanha eleitoral de 2008.

De acordo com o advogado William Guimarães, o agravo prova que o recurso impetrado em favor de Manin Rego é cabível.

“Estamos mostrando que o prefeito não deve ficar afastado da prefeitura até o julgamento do recurso que impetramos junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)”, comentou, destacando que o afastamento do prefeito gera um clima de insegurança e instabilidade desnecessário ao município. Já no recurso que tramita no TSE, a assessoria jurídica de Manin Rego argumenta que o vídeo apresentado como prova de compra de votos tendo gasolina como moeda não é legal.

Manin Rego e o vice-prefeito de Barras, Manoel José de Almeida Neto, foram afastados dos cargos em função de denúncia do Ministério Público Eleitoral, segundo a qual os então candidatos teriam pago combustível para eleitores em troca de votos. Além da cassação, ambos foram condenados ao pagamento de multa no valor de R$ 50 mil e três anos de inelegibilidade.

Desde o último sábado, dia 27, o município é administrado pelo então presidente da Câmara Municipal, Francisco Marques da Silva, o Chico Marques (PMDB), sob protesto de parte da população, e comemoração da oposição, que já se prepara para as eleições extemporâneas, que devem ser marcadas pelo TRE em prazo máximo de 40 dias a contar do dia da posse do prefeito em exercício.

Fonte: Portal O Dia

Compartilhe

Deixe seu comentário