Valença do Piauí, 25 de jan, 2022

TRE-PI inocenta prefeito e vice de Pimenteiras por compras de votos

Prefeito Venicio do Ó e sua vice Lucia Lacerda (arquivo)
Prefeito Venicio do Ó e sua vice Lucia Lacerda (arquivo)

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí negou provimento a Ação de Investigação Judicial Eleitoral contra o prefeito de Pimenteiras Venicio do Ó e a vice-prefeita Lucia Lacerda, que eram acusados de captação ilícita de sufrágio ou compra de votos nas eleições de 2012.

A juíza da 55ª Zona Eleitoral em Pimenteiras já havia julgado improcedente a ação de investigação judicial, num entanto, o Ministério Publico Eleitoral recorreu da decisão ao Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí que por unanimidade dos votos acompanhou o relator o juiz substituto Dr. Astrogildo Mendes de Assunção Filho.

De acordo com a Ação de Investigação Judicial Eleitoral, o prefeito e a vice-prefeita eram acusados de captação de ilícita de votos (compra de votos) feita em uma residência durante uma caminhada eleitoral. Na oportunidade um casal convidou os candidatos para irem até sua residência, onde gravaram uma suposta compra de votos com o celular.

Segundo a defesa do prefeito, a gravação além de ser ilícita não conseguiu definir os atores envolvidos na gravação, assim como ficou constato a ligação do casal com candidatos adversários.

O relator o juiz substituto Dr. Astrogildo Mendes concordou com a defesa e decidiu pelo Improvimento do Recurso contra o prefeito Venicio do Ó e a vice-prefeita Lucia Lacerda pela fragilidade das provas.

O prefeito Venicio do Ó afirmou após a sessão que a Justiça foi feita em inocentá-lo juntamente com a vice-prefeita Lucia Lacerda. Ele pediu que a oposição aceite o resultado das urnas e que concentre suas forçar em beneficiar a cidade e não em patrocinar ações que tente justificar o insucesso nas urnas.

 

0 Comentário