Valença do Piauí, 21 de out, 2021

Tribunal do Júri em Valença condena Antônio Bispo há 12 anos

Sob a presidência do juiz Dr. Juscelino Norberto da Silva Neto, o Tribunal do Júri da Comarca de Valença do Piauí condenou nesta quarta-feira (30) Antônio José Bispo dos Santos (45) à pena de 12 anos, a serem cumpridos em regime inicial fechado, pela tentativa de homicídio contra sua ex-companheira Cádia Marcia da Silva em 2014, usando um capacete.

Na sessão, o júri formado por cinco homens e duas mulheres acolheu a tese de tentativa de homicídio colocada pelo Ministério Publico. Por decisão própria, o réu não compareceu a sessão e foi representado pela advogada Drª Rolândia Barros.

Ele está preso no estado de Sergipe, acusado de roubar farinha de trigo, manteiga e outros derivados de uma padaria na cidade de Nossa Senhora da Gloria em 2014.

Em seu despacho, o magistrado ressaltou a crueldade do fato que segundo o mesmo só não foi consumado devido à mesma ter sido socorrida pelo filho do casal. Ele lembrou o sofrimento da vitima que passou cerca de 55 dias hospitalizada e carregará sequelas pelo resto da vida.

Cádia Marcia acompanhou todo julgamento e recebeu a noticia da condenação do seu algoz bastante emocionada. O auditório do Colégio Santo Antônio, onde foi realizada a sessão recebeu um bom publico.

De acordo com o juiz, Antônio Bispo será trazido para o Piauí, num entanto, o magistrado ressaltou que por ser natural de Sergipe ele poderá pleitear que a condenação seja cumprida em seu estado.

O corpo funcional do júri era formado pelo juiz Dr. Juscelino Noberto, promotora Drª Debora Geane, Amara Ravana assistente da promotoria, Rolândia Barros advogada de defesa, Amanda Kelly oficial de gabinete, Clarisse Maria assessora jurídica, Renan Coelho e Antônio Willian auxiliares, oficiais de justiça João Filho e Francisco Alberto, analistas Maria Cleonice e Adécio Cassio.

 

.
0 Comentário