Valença do Piauí, 09 de dez, 2021

Valença registra mais um óbito e secretária de saúde pede que população fique em casa

Secretária de Saúde Liduina Alencar

A Secretária de Saúde de Valença, Liduina Alencar, fez um apelo neste sábado (27) para que a população mantenha o isolamento social no feriado prolongado da Semana Santa. Neste sábado, a cidade de Valença registrou mais um óbito, o quadragésimo desde o início da pandemia. Trata-se de uma pessoa do sexo feminino, de 70 anos de idade. A mesma encontrava-se internada no Hospital Regional Eustáquio Portela, na cidade de Valença do Piauí, vindo a óbito neste sábado (27).

Liduina Alencar lamentou o óbito e pediu que as famílias tenham consciência da gravidade do momento, que permaneçam em casa e evitem aglomerações com pessoas fora do ciclo residencial.

Ela pediu a compreensão também dos empresários, que obedeçam às recomendações sanitárias e os horários estabelecidos pelo Decreto Municipal 15/2021. Liduina Alencar informou que esteve reunida nesta sexta-feira (26) com o prefeito Marcelo Costa e membros do Comitê Municipal de Combate a Covid pedindo resoluções mais rígidas, especialmente ao setor comercial.

Ela pediu que a gestão siga o Decreto Estadual Nº 19.550 publicado nesta sexta-feira (26) e que a Vigilância Sanitária evolua para medidas mais duras.

Liduina Alencar afirmou que por ser empresária é sabedora das dificuldades que a classe vem passando, mas nesse momento delicado, o mais importante é lutar pela vida, obedecendo as orientações da saúde no que tange ao horário de funcionamento do comércio local.  Ela informou que na próxima semana a prefeitura deve publicar um novo decreto.

Centro Covid

A secretária Liduina Alencar disse ainda que o Centro Covid de Valença continua de portas abertas com uma equipe composta por médico, psicólogo, técnicos de enfermagem, enfermeiros e outros profissionais, mesmo sem receber recursos por parte do Governo Federal.

Ela informou que quando o Governo Federal baixou a portaria para destinar recursos para os centros municipais de Covid ano passado, a Prefeitura de Valença não aderiu ao programa, por isso a cidade ficou de fora dos repasses do governo federal, obrigando ao município a custear as despesas de manutenção de centro.

 
1 Comentário

jota junior

Fica complicado manter a população em casa, algumas necessitam sobreviver em meio a pandemia. Outros mão. Enquanto isso hospitais cheios utis sem vaga. Brasil sem planejamento da saúde. Salve quem puder.

29 mar, 2021 Responder