Valença do Piauí, 14 de jun, 2024

Valencianos são graduados em jiu Jitsu em evento realizado em Picos

Foi realizada nesta segunda (04) no Centro Esportivo Passa Bola na cidade de Picos a solenidade de graduação regional de faixas de Jiu Jitsu dos alunos de Picos, Pio IX e Valença, incluindo alunos do Projeto Social Esporte e Vida.

A solenidade foi comandada pelo Professor João Neto (Coisa) e dos professores Cristiano Feitosa e Anderson Resende e auxiliada pelos instrutores Ribamar Junior, João Carlos e Carlos Figueira o evento contou com a participação de 50 atletas onde houve entrega de graus para 25 alunos e 19 alunos trocaram de faixa.

Entre os atletas graduados estão os valencianos Tiago Araújo que recebeu a faixa azul e Karan Lima que agora é faixa roxa. Os dois atletas são proprietários da Academia ZR TEAM Valença localizada na Rua Epaminondas Nogueira 1204, próximo à delegacia de policia. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira das 17h às 19h.

A mensalidade custa R$ 40 reais. A Academia ZR TEAM Valença oferece ainda bolsa para crianças carentes com custo zero e com direito a kimono para treinar.

 

Breve Histórico do Jiu Jitsu:

Jiu Jitsu é uma arte marcial de origem incerta. A tradução das palavras Jiu Jitsu é “arte versátil, suave”. O jiu-jitsu é um esporte de origens indiana e japonesa do século XVII. É considerado uma das artes marciais mais tradicionais, criada por monges budistas e aperfeiçoada e popularizada por samurais japoneses. No Brasil teve sua popularização graças a Carlos Gracie, que dominou a arte como ninguém. Até hoje a Família Gracie é condecorada e lembrada por sua incrível tradição que criou em volta do Jiu-Jitsu.

A arte marcial Jiu-Jitsu poder ser praticada por homens, bem como por mulheres. Inicialmente era uma forma de luta com a intenção de garantir a defesa pessoal de quem a praticava. Baseia-se no equilíbrio, nas articulações corporais e boas alavancas.

Como modalidade esportiva, o objetivo principal de cada um dos lutadores consiste na derrubada de seu oponente, bem como na imobilização. É exigido apenas que os participantes estejam vestindo a roupa adequada. Trata-se de um kimono, de cor preta, azul ou branca, composto por um paletó e uma calça. As lutas são realizadas em um espaço quadrado denominado tatame, cujas medidas variam de 64 a 100 metros quadrados. O jiu-jitsu não é uma modalidade dos Jogos Olímpicos.

Benefícios Físicos           

O Jiu-Jítsu é uma luta de respostas rápidas que, para isso, sobrecarrega muito o sistema anaeróbico e exige tensão constante sobre os músculos. O sistema cardiovascular deve estar 100% preparado para atender às solicitações das “explosões” desencadeadas por movimentos rápidos.

O gasto calórico de um praticante com alguma experiência é de, aproximadamente, 750 Kcal/H. Em aula mais avançada, pode-se perder até 1.500 Kcal/aula.  

 

Resumindo, os benefícios são: 

– Diminui o stress; 

– Defesa pessoal, tanto para homens quanto para mulheres;   

– Desinibe os tímidos e acalma os agitados e ansiosos;    

– Aumenta a auto-estima, autoconfiança e desenvolve o caráter (esporte de conquista individual);           

– Trabalha e define o corpo, como os braços, abdômen e quadril, tanto em homens quanto em mulheres;    

– Aumenta a resistência do organismo;         

– Acelera o metabolismo;           

– Melhora a capacidade cardiovascular e respiratória;    

– Aumenta a flexibilidade;          

– Aumenta a coordenação motora;    

– Aumenta os reflexos.    

Benefícios Psicológicos   

O Jiu-Jítsu é como um jogo de xadrez, em que pequenos movimentos e algumas jogadas podem definir a vitória ou a derrota. Por ser uma luta de contato constante, o lutador deve estar sempre concentrado aos movimentos do opoente. É necessário manter o controle durante as lutas, evitando o desequilíbrio emocional a todo custo. Muitas lutas dadas como perdidas podem ter todo cenário revertido pelo descontrole emocional dos lutadores.  Assim, a ligação entre o cérebro e os músculos deve ser ágil. Bons lutadores conseguem reflexos na casa de milésimos de segundos.           

Mulheres

A procura por um corpo saudável e bem delineado está ultrapassando os limites da sexualidade. O Jiu-Jítsu, uma luta antes tão masculinizada, está se tornando o alvo das mulheres para a perda de peso e melhoria no condicionamento físico e mental. Com isso, justamente o que era de domínio dos homens tem os colocado pra correr. Não é à toa que o público feminino resolveu invadir os ringues e tatames.

Por ter grande exigência anaeróbia e ser muito isométrico, o Jiu-Jítsu faz com que a mulher desenvolva toda sua força. Estudos mostram que mulheres que praticam esportes podem chegar a ter a força aumentada em até quatro vezes, aumentando, inclusive, a massa muscular, o que diminui a possibilidade de ocorrência de celulite, estrias, gordura localizada e varizes.  

Quem deve fazer 

– É indicado para quem procura um esporte que trabalhe simultaneamente o físico e o mental.           

– É indicado para pessoas que tenham como objetivo aumentar a capacidade cardiovascular, evitando riscos futuros de problemas cardíacos ou respiratórios, pois exige bastante condição física do praticante.         

– Crianças podem praticar o esporte. A idade mínima varia de cinco a oito anos. A luta ajuda no crescimento e desenvolvimento corporal, mental (disciplinar) e também é recreativa, tornando-se uma diversão capaz de afastar os jovens das drogas, dos cigarros e das bebidas, uma vez que os lutadores sempre são disciplinados com a alimentação e o descanso.

A ZR TEAM

A ZR Team foi fundada em junho de 2016, obtendo, desde o início, com excelentes resultados em competições de nível Nacional e Internacional e conta com unidades em todo o mundo.

Nós, que fazemos a ZR Team, temos como objetivo, não só formar bons atletas e lutadores, mas educar e encaminhar crianças e jovens para que incorporem a verdadeira filosofia e o espírito do Jiu-Jitsu.

Na liderança da ZR Team está o faixa preta 4º grau, aluno do mestre Carlos Gracie Jr., José Olímpio da Rocha Neto, mais conhecido como Zé Radiola.

Zé Radiola, professor e fundador da ZR Team, recebeu a faixa preta em 2001 de seu Mestre Carlos Gracie Jr.

0 Comentário