Valença do Piauí, 28 de nov, 2021

Viúva do escritor piauiense Permínio Asfora faleceu no Rio de Janeiro

D. Cacilda Asfora foi sepultada no Rio de Janeiro
D. Cacilda Asfora foi sepultada no Rio de Janeiro

A alagoana D. Cacilda Asfora, viúva do escritor piauiense Permínio de Carvalho Asfora (falecido em 2001), que vinha sofrendo com um problema cardíaco descoberto há pouco dias, faleceu no Rio de Janeiro.

Bastante lúcida apesar dos seus 95 anos D. Cacilda esteve até os seus últimos instantes rodeada pelos filhos Murilo, Lúcio e Vólia Asfora, além de netos e bisnetos. Dona de um senso de humor fino e tiradas sarcásticas, como bem define sua neta Georgina Carrilho Asfora através da rede social facebook, D. Cacilda soube preservar a memória do marido, o escritor Permínio Asfora, guardando livros e objetos pessoais que marcaram a sua trajetória literária.

Em 2010, D. Cacilda confidenciou ao professor Kássio Gomes que visitava o Rio de Janeiro em pesquisa sobre o autor de Fogo Verde e Noite Grande, que Permínio tinha um grande desejo de voltar ao Piauí, mas com receio de que o seu Estado não o acolhesse como esperava. Segundo ela o autor tinha um amor muito grande pela sua terra, tanto que escreveu dois romances sobre ela. “O Permínio queria muito ter retornado ao Piauí, especialmente por força de sua pena, como não foi convidado e era um homem muito reservado, contentou-se com a pintura de uma paisagem com carnaubais num quadro que veio de lá”, confidenciou.

D. Cacilda foi enterrada no Rio de Janeiro no mesmo túmulo do escritor Permínio Asfora.

Fonte: Kássio Gomes

0 Comentário