Valença do Piauí, 26 de jan, 2021

Aeroporto de Valença não será beneficiado pelo Governo do estado

HPIM0294.JPG
Pista do Aeroporto Tenente Espírito Santo de Valença

O Aeroporto Tenente Espírito Santo de Valença está fora da lista do governo do estado divulgada neste final de semana que beneficiará oito aeropostos no interior do Piauí com casas de passageiros, asfaltamento da pista e iluminação. O beneficio será por meio da segunda fase do Programa Federal de Auxilio a Aeroportos (PROFAA). Dos oito aeroportos beneficiados o mais próximo de Valença será o de Oeiras escolhido pelo potencial turístico da primeira capital piauiense.

As oito cidades incluídas nas reformas foram escolhidas por suas potencialidades seja no turismo ou na economia assunto bem distantes de nossa realidade as cidades de Bom Jesus, Corrente e Uruçuí, foram escolhidas em virtude do agronegócio; Pedro II e Oeiras pelo potencial turístico; Paulistana por conta da força do polo ferrífero e da ferrovia Transnordestina; Elizeu Martins em função da instalação de uma Zona de Processamento de Exportações e da Transnordestina, além da capital piauiense.

Os investimentos do PROFAA visam ao reforço da segurança e do conforto dos usuários da aviação regional, através de convênios para construção, reforma e adequação. De acordo com o governador Wilson Martins, já era mais do que necessário investimentos nessa área que deixou de receber recursos de massa por vários anos. “São aeroportos reformados e renovados que serão importantes para o desenvolvimento e divulgação das potencialidades de cada região. Já era hora de investirmos nesse setor. Vamos dar todas as condições para dar um salto de desenvolvimento para o Piauí”, disse.

Segundo o secretário dos Transportes, Avelino Neiva, as reformas consistem na pavimentação asfáltica de pistas e dos acessos, além de balizamento noturno e recuperação das casas de apoio.

Floriano

O aeroporto regional reformado no Piauí mais recentemente foi o de Cangapara, em Floriano. A unidade possui uma extensão de 54.000 m² com pista de pouso e decolagem, um pátio para estacionamento das aeronaves com capacidade para comportar três aviões de grande porte, pista para o taxiamento, cerca de proteção e balizamento noturno, permitindo que os aviões pousem em qualquer horário do dia.

 

Colaboração: cidadeverde

0 Comentário