Valença do Piauí, 26 de jan, 2021

Conselho Tutelar de Valença se pronuncia sobre aliciamento. Veja

Aqui é um dos responsáveis pelo cumprimento da Lei 8.069/1990, ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Um Conselheiro Tutelar. Primeiro secretario da ACONTEPI (Associação de Conselheiros Tutelares do Estado do Piauí), representante do Fórum Nacional pelo Estado do Piauí e Diretor Administrativo do FCPCT2 (Fórum Colegiado Permanente de Conselheiros Tutelares do Estado do Piauí), então não tenha dúvida caro denunciante, pois sua identidade pessoal não será exposta… Mas se você permanecer no anonimato, você será um dos que estará violando a Lei que protege as Crianças e Adolescentes de nosso município.

Pois todos tem o direito de zelar pelos direito de crianças e adolescentes de nosso município. Precisamos de dados mais específicos sobre os agressores/aliciadores, para assim proceder investigação para assim tentarmos responsabilizar os mesmos.

Nosso número de contato é (89)3465-2250 e meu número pessoal é: (89)9429-7765. Estamos aguardando sua ligação. Não seja mais um violador de direitos, como tantos outros que com certeza viram e não tiveram a coragem de fazer o que você fez. Se realmente você quer que a situação mude, tenha a coragem de fazer uma denúncia formal, diretamente com o Conselho Tutelar.

Email do internauta

DENÚCIA GRAVE!!!!!!
Eu vi no último show do dia 29 de julho uma verdadeira festa da prostituição de nossos jovens, adolescentes. O que mais me chamou a atenção é que os aliciadores não tinham a cara de pau de fazer seus crimes a vista de quem quiser ver, como cidadão que sou não posso me calar. O aliciamento começava na entrada.

As ditas celebridades do meio radiofônico de Valença e Lagoa do Sítio estavam comprando ingressos para os menores em troca de sexo. Tinha radialista que estava rodeado de menores dentro do show bebendo a torto ia [sic] direita. Eu vou levar essa denuncia a sério e da próxima vez vou gravar tudo e vão pagar caro pelo crime que acometem[sic] com nossos jovens. Não é de hoje que essas práticas vêm ocorrendo e ninguém toma uma providencia.

Cadê o Conselho Tutelar? Isso era papel do conselho investigar e punir os culpados. Eu tenho a lista completa dos aliciadores, sei quem são a maioria dos jovens, tem muitos que vem de cidades vizinhas como Pimenteiras, Elesbão Veloso, enfim de toda a região. Pra tirar a dúvida é só seguir observar bem as figuras do meio radiofônico. Prostituição Infanto-juvenil é crime, e quem a pratica tem que ser punido no rigor da lei.

7 Comentários

Cinthia Silva

EXCELENTÍSSIMO senhor responsável pelo cumprimento da Lei 8.069/1990, ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) Conselheiro Tutelar; Primeiro secretario da ACONTEPI (Associação de Conselheiros Tutelares do Estado do Piauí), representante do Fórum Nacional pelo Estado do Piauí e Diretor Administrativo do FCPCT2 (Fórum Colegiado Permanente de Conselheiros Tutelares do Estado do Piauí), com tantas funções a relatar, é compreensível que esqueça de colocar o próprio nome. Não ficou claro o porquê de sua EXCELÊNCIA insistir na identificação do denunciante, não sei se entendi direito, mais o que parece é que o Conselheiro Tutelar só tomara providencias se o denunciante se identificar, ou falar o nome dos supostos aliciadores é isso?
Porque até onde eu sei, não existe a necessidade de uma denuncia formal, a denuncia foi feita cabe agora aos Conselheiros Tutelares investigar, e só a titulo de informação a campanha que diz QUEM NÃO DENUCIA TAMBEM VIOLENTA, não se refere à identificação do denunciante, mais sim que todos temos o DEVER de denunciar essa violência. Bem se ver que sua EXCELÊNCIA como a maioria dos Conselheiros Tutelares do Estado do Piauí , carece de capacitação urgente.

03 ago, 2011 Responder

João de Sousa

Quando há uma denúncia relacionado a este assunto, não importa se ela é vazia ou anônima, o papel dos responsáveis é investigar. Que Orgão é este que só atua quando é acionado?

03 ago, 2011 Responder

Daniel Sousa

Parece que o conselheiro ta preocupado é em coagir o a testemunha, por isso ta insistindo tanto em saber quem é o denunciante.
Mas em Valença ninguem pode falar no que ta errado, tem é que guentar tudo calado mesmo.

04 ago, 2011 Responder

Abdias José

Já não se faz mais pais de famílias como antigamente. Se eram menores que estavam sendo aliciados na entrada da festa e bebendo abertamente, onde estavam os pais que não acompanhavam seus filhos para protegê-los. E neste caso já não é só uma questão do Conselho Tutelar, mas concordo que seja mesmo um caso de polícia. Quanto ao comentário de Cinthia Silva “…QUEM NÃO DENUCIA TAMBEM VIOLENTA, não se refere à identificação do denunciante, mais sim que todos temos o DEVER de denunciar essa violência”… Bonito seu comentário só que sem saber realmente quem sejam os maus feitores como tomar providencia imediata? E se for mais sensacionalismo do que realidade a tal denuncia como fica a credibilidade do Nosso Conselho. É preciso investigar sim, mas quem tem a coragem de fazer tal denuncia, se quiser mesmo ajudar, vai pessoalmente ao Conselho ou, a Promotoria Pública, ou, ao Juizado de Menores ou, a Delegacia de Polícia, ou ainda e melhor, ao presenciar tal absurdo chamar a polícia imediatamente (e com certeza esta não estará tão distante) e mostrar o que está a acontecer. E então sim, tudo se resolverá pela justiça e não pelo escândalo sensacionalista; que não faz bem a ninguém, e nem tão pouco é um ato de bravura.

04 ago, 2011 Responder

Leomar Rodrigues de Sousa - Conselheiro Tutelar

Primeiramente; Bom dia! Eu me chamo Leomar Rodrigues cara Cinthia Silva, você poderia ter lido o nome de identificação do comentário. Segundo; no meu pronunciamento deixei bem claro que o propósito não era saber quem é o internauta, mas sim tentar passar um pouco de segurança para o mesmo, para que assim ele pudesse ligar para este órgão ou para meu número pessoal. Caro João de Sousa é muito fácil fazer um comentário onde simplesmente investigue. Não sei se vossa senhoria leu a denúncia, mas, o denunciante deixa claro que os possíveis agressores são do meio radiofônico de Valença e da Lagoa do Sítio. Você saber quantas pessoas trabalham nesta área em Valença e Lagoa do Sítio? Pois é. Nem eu. Pois fica quase que impossível identificar possíveis agressores. Só queria lembrar aqui que; não cabe, e não é função do Conselho Tutelar investigar Crime e sim a Delegacia de Polícia Civil. Mas, se estiver com alguma dúvida leia o Art. 136 do ECA (Atribuições do Conselho Tutelar). Caro Daniel Sousa as pessoas tem que ter responsabilidade em posta um comentário… Você colocar em dúvida o trabalho do profissional da área, você conhece o significado da palavra coagir? Pois bem, minha função aqui com representante do Conselho Tutelar é incentiva as pessoas ah denunciar os casos de violação de Direito de Criança e Adolescentes de nosso município. Lembrando ainda que em nenhum momento o Conselho Tutelar se pronunciou diretamente, mas sim um de seus membros. Mas o importante é que a população ajude o trabalho dos conselheiros informando sobre as violações de diretos contra Crianças e Adolescentes de nossa cidade, pois não existe um método para identificar uma possível violação, se não for através de denúncia. Ou então vamos comprar uma bola de Cristal!A função de todo o cidadão é por a salvo as Crianças e Adolescente de nossa Cidade. Para denunciar estes são os números: (89) 3465-2250 do Conselho Tutelar e 100 número nacional de denúncias. Ajude-nos a mudar esta triste realidade.

05 ago, 2011 Responder

MARINA SILVA

Pra que exibir e demosntrar tanta “capacidade”, mostrar títulos, se você não os têm. O ideal é trabalhar, e mostrar profissionalismo. E sua resposta melhor seria atuar com humildade, reconhecendo a situação que se encontra a cidade de Valença, hoje. Demonstrar e não apenas falar, tem que se procurar meios para o enfrentamento da violência que esta acontecendo, e isso se faz unido forças “caro” “conselheiro” . Tem pessoas capacitadas que demonstram sabedoria aí,não é seu caso. É preciso investigar e denunciar…

06 ago, 2011 Responder

camila

parabens pelo seu trabalho Leomar Rodrigues pois vc sempre estar preocupado o bem estar das pessoas,um abraço pra vc e todos que fazem parte.

03 maio, 2012 Responder