Valença do Piauí, 25 de jan, 2021

Prefeito manda projeto incompleto e prejudica professores

Presidente da Câmara Municipal, vereadora Ielva Melão

A Prefeitura Municipal de Valença enviou de forma incompleta o Projeto de Lei que reajusta o piso nacional do magistério em R$ 1.451 reais para os educadores com 40 horas semanais e em 50% desse valor para os educadores municipais com 20 horas semanais. Os demais funcionários irão receber o um salário mínimo, ou seja, R$ 622 reais.

A prefeitura pediu que o projeto fosse votado em regime especial, no entanto “esqueceu” de enviar ao Poder Legislativo os anexos, que serão alterados com o novo Projeto de Lei.

A presidenta Ielva Melão pediu encarecidamente que o prefeito envie os anexos para que a Câmara Municipal possa votar o reajuste aos educadores valencianos. A presidente disse que o prefeito poderia ter agilizado ainda mais a votação desse projeto se tivesse ao invés de apresentar um projeto, ter apenas baixado um decreto como já foi feito em outros anos.

Disse também que o governo federal aumentou à arrecadação do dinheiro repassado a Valença em quase 30% e o aumento dado aos educadores foi de apenas 22%. Ela explicou que a Câmara Municipal tem até 30 dias para votar o projeto, mais caso os anexos cheguem na próxima semana ele será aprovado de forma unânime pelos vereadores.

Sessão Solene

Ao final da Sessão Ordinária desta segunda-feira (06) a presidenta Ielva Melão convidou aos vereadores para Sessão Solene nesta quinta-feira (08) Dia Internacional da Mulher que acontecerá às 19h na Câmara Municipal.

1 Comentário

Transparencia Valença

Aff! O homem não acerta uma e ainda quer que sua família continue no poder, saqueado nossa cidade…desse jeito fica difícil…

06 mar, 2012 Responder