Valença do Piauí, 28 de nov, 2021

Reunião pediu melhorias no fornecimento de energia em Valença

A manifestação reuniu empresários, políticos, entidades, radialistas, maçons, bancários, OAB e sindicalistas
A manifestação reuniu empresários, políticos, entidades, radialistas, maçons, bancários, OAB e sindicalistas

Uma reunião na sala do promotor Sinobilino Pinheiro, nesta quinta-feira (15) marcou o inicio de mais uma tentativa de normalizar o fornecimento de energia elétrica em Valença. A manifestação reuniu empresários, políticos, entidades, radialistas, maçons, bancários, OAB e sindicalistas na pauta a elaboração de ações que visem resolver o caos vivido não só por Valença mais em todas as cidades da região valenciana. Todos os participantes relataram em suas atividades os prejuízos causados pela interrupção do fornecimento de energia, que nos últimos dias está acontecendo em todas as horas do dia e não mais depois das 18h como era de costume.

A vinda de uma subestação móvel, o mau atendimento da Eletrobrás e os inúmeros prejuízos causados pela quedas de energia foram expostos pelos participantes. O promotor Sinobilino Pinheiro ouviu a todos e afirmou que o Ministério Publico irá expedir uma recomendação a Eletrobrás para que no prazo de 72 horas providencie a instalação de uma subestação móvel em Valença, até a conclusão definitiva da subestação que está sendo construída na cidade, bem como acompanhar a sua conclusão.

Ficou definido também que o Ministério Publico irá orientar a população para ajuizar ações individuais no Juizado Especial contra a Eletrobrás. Por sua vez a OAB subseção de Valença disponibilizou seu quadro de advogados para essas ações. Outra decisão tomada na reunião foi a de enviar a ata produzida na reunião para a Agencia Nacional de Energia Elétrica para dar conhecimento sobre a deficiência do fornecimento de energia nas cidades da jurisdição do Ministério Publico, ou seja, Valença, Novo Oriente e Lagoa do Sitio. Sinobilino Pinheiro lembrou que já estão sendo adotadas algumas medidas para sanar os problemas das oscilações de energia como, por exemplo, a execução de multa diária estabelecida judicialmente contra a Eletrobrás.

.
2 Comentários

fernando moura

Tomara que não fique só em reuniões e sim, que venha uma solução para o problema quanto mais rápido possível.

17 ago, 2013 Responder

JOTA JUNIOR

Hoje mesmo faltou luz, a energia cair umas trez veses, fica dificil ligar o micro, pedimos provivdencias urgentes. Assim não dá.

23 ago, 2013 Responder