Portal V1

Servidores da educação em Valença estão recebendo por ordem alfabética

09/07/2019

secretário de educação Kássio Gomes

atualização: 14h02

Em conversa com o Portalv1, o secretário Kássio Gomes reconheceu o atraso e culpou a queda dos repasses pelo atraso na folha de pagamento. Ele explicou, que até hoje a cidade de Valença recebeu R$ 71.552,32  de recursos do FUNDEB. As folhas globais de servidores enquadrados nas subvinculações do 40% e 60%, ultrapassam os R$ 700 mil reais.

“Quando os repasses caem e para não reter dinheiro em caixa o pagamento é realizado de maneira parcial antes mesmo do quinto dia útil, assim como ocorre com o Estado do Piauí que usa, há muito tempo, o pagamento parcelado de seus servidores, cuja tabela vai em alguns meses até o dia 20 do mês subsequente” disse.

Ele afirmou que o atraso é de apenas dois dias, uma vez, que o 5º dia útil foi na sexta-feira, 05 de julho.

“Há um atraso parcial de servidores de apenas dois dias úteis, ou seja, o quinto dia útil foi sexta-feira. Esperamos que os repasses cheguem com suficiência para saldar a folha completa nos próximos dias, já que esse atraso é de apenas dois dias, se levarmos em conta o 5° dia útil” justificou Kássio Gomes.

 

Matéria Original 

Professores e demais servidores da educação ligam para a redação para reclamarem do atraso do pagamento do mês de junho. De acordo com os servidores, a Secretaria de Educação está pagando os servidores por ordem alfabética.

As denúncias chegaram nesta segunda-feira (08) com informações de que até o momento foi pago apenas parte da letra E. A informação foi confirmada nessa terça-feira (09) pelo presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserv), Carlos Wagner.

“Até o momento foram pagos parte da letra E dos professores, falta os outros 40% dos servidores da educação que são os vigias, zeladores etc.” disse o presidente que informou que o atraso também atinge parte da saúde, administração e obras.

O Portal V1 entrou em contado com o secretário de educação Kássio Gomes, (foto), mais até o momento não obtivemos nenhum retorno.

Compartilhe

Deixe seu comentário